20/1/20
 
 
Lusorecursos explica obras na futura mina de lítio em Montalegre

Lusorecursos explica obras na futura mina de lítio em Montalegre

Jornal i 11/12/2019 17:09

Prioridade do planeamento é a segurança.

O presidente da Lusorecursos, empresa que detém a concessão para exploração de lítio em Montalegre, afirmou que a prospeção obrigará a um planeamento cuidado.

Em declarações ao i, Ricardo Pinheiro explicou, esta quarta-feira, que a prioridade será a segurança. “A análise das galerias, das antigas minas, destas que já conhecemos e de algumas que não constam dos mapas e que vão ter de ser descobertas, obrigam a um planeamento cuidado e atento às questões de segurança, da mina futura”, afirmou, sublinhando que são muitas as antigas galerias existentes no local.

O responsável adiantou que “é necessário fazer trabalhos à superfície de correção e eliminação dos buracos já abertos, alguns com profundidade de 40 metros”, atendendo a que se trata de uma “mina abandonada, classificada pela DGEG com risco de segurança”.

Assim, continuou Ricardo Pinheiro, “numa primeira fase, terá de se abrir à superfície, fazendo um corte no monte, no buraco já existente com uma profundidade de 40 metros, que será feito entre a cota de 960 metros e de 920 metros de altitude” e “direcionado a sul, fora da vista das aldeias”.

Numa segunda fase, proceder-se-á à abertura de galerias, já que 90% da extração do lítio será proveniente da mina subterrânea, segundo o presidente da Luso recursos.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×