23/9/20
 
 
Mundial de Clubes. Prova arranca hoje mas foco está na final...

Mundial de Clubes. Prova arranca hoje mas foco está na final...

Laura Ramires 11/12/2019 16:57

Possibilidade de um Flamengo-Liverpool no jogo derradeiro abrilhanta a prova que este ano tem palco no Catar. Equipa de Jesus procura segundo título na competição; os reds, o primeiro troféu mundial. Já o Real Madrid lidera isolado a lista de vencedores da prova, com quatro conquistas.

O Mundial de Clubes, prova que este ano ganhou um novo significado graças à presença do Flamengo de Jorge Jesus, está à porta. Em boa verdade, a competição dá esta quarta-feira o pontapé de saída com a ronda de qualificação, que coloca frente a frente o anfitrião Al-Sadd e o Hienghène Sport, da Nova Caledónia. Os principais jogos do cartaz estão, por isso, reservados para os próximos dias 17 e 18: tal como a equipa de Jesus, que garantiu entrada direta nas meias-finais como representante sul-americano da CONMEBOL, após triunfo na Taça Libertadores, também o Liverpool está nesta fase da prova, embora como representante europeu, uma vez que é o detentor em título da Liga dos Campeões. Os emblemas brasileiro e inglês são, de resto, os grandes favoritos à conquista do troféu, que tem os espanhóis do Real Madrid como atuais tricampeões.

Aliás, a possibilidade de Flamengo e Liverpool cruzarem caminho no jogo derradeiro é o cenário mais desejado pelos adeptos. A confirmar-se, o duelo seria uma reedição da final da competição de 1981, ano em que o Mengão bateu os reds por 3-0, conquistando pela primeira e única vez a competição, à data denominada Taça Intercontinental.

Já o conjunto da Premier League continua à procura do primeiro título mundial depois de três tentativas falhadas. Depois da derrota para o Fla, o Liverpool voltou a perder em 1984, desta feita para os argentinos do Independiente, e em 2005 para os brasileiros do São Paulo, ambos pelo mesmo resultado (1-0).

Quadro da prova Por enquanto, a equipa rubro-negra já sabe que o seu adversário nas meias sairá do encontro dos quartos-de-final entre o Al-Hilal (vencedor da Liga dos Campeões da AFC, representante asiático) e o Espérance de Tunis (vencedor da Liga dos Campeões da CAF, representante africano). Neste campo, um dado digno de registo é que no caso de o vencedor ser o emblema saudita, o técnico português, de 65 anos, irá defrontar a sua antiga equipa, que comandou, recorde-se, desde o verão de 2018 até janeiro último, tendo conquistado uma Supertaça.

Por sua vez, o conjunto de Jürgen Klopp irá medir forças com o vencedor do segundo encontro dos quartos, que só hoje fica completo. Os mexicanos do Monterrey (campeão da CONCACAF, representante da América do Norte e Central) estão à espera de conhecer o oponente, que irá sair do já mencionado encontro da ronda de qualificação entre o anfitrião e o vencedor da Liga dos Campeões da OFC, representante da Oceânia.

Clubes atravessam momentos distintos De notar que o Flamengo e o Liverpool vão chegar ao Catar, onde decorre a edição de 2019 da prova, numa altura em que atravessam momentos distintos. Apesar da pesada derrota (4-0) sofrida na última jornada do Brasileirão, no terreno do Santos, que colocou um ponto final a uma série de 29 encontros consecutivos sem perder em todas as provas, o Fla só tem motivos para sorrir depois de ter feito uma dobradinha histórica nesta temporada, com a conquista da Libertadores e do Brasileirão. Como tal, e já sem compromissos em solo brasileiro, o plantel de Jorge Jesus está totalmente focado no Mundial de Clubes. Ao contrário do conjunto do Rio de Janeiro, o Liverpool irá aterrar na competição com a época em andamento. Atualmente na liderança isolada da Liga inglesa, os reds estão ainda em prova na Liga dos Campeões – em que garantiram ontem um lugar nos oitavos-de-final após triunfo sobre os austríacos do RB Salzburg.

Na lista de vencedores do Mundial de Clubes, prova disputada desde 2000, é possível perceber que a taça nunca fugiu a europeus e sul-americanos. O Flamengo tentará suceder aos brasileiros do Corinthians (duas vezes campeão), São Paulo e Internacional (venceram uma vez cada), enquanto o Liverpool procura juntar-se a Milan, Manchester United, Barcelona, Inter, Bayern Munique e Real Madrid. Tanto os dois emblemas italianos como os red devils e o conjunto alemão venceram a prova por uma vez cada. Os blaugrana têm três títulos e os merengues lideram isolados a lista de vencedores, com quatro troféus – ao tricampeonato mundial juntam a primeira vitória na prova, alcançada em 2014.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×