1/12/20
 
 
Festival Tremor anuncia as primeiras novidades
Föllakzoid

Festival Tremor anuncia as primeiras novidades

Föllakzoid PR Hugo Geada 10/12/2019 18:40

A organização do festival açoriano anunciou hoje os seus primeiros artistas, com destaque para nomes como Juana Molina, Föllakzoid ou Lena D'Água

Foram divulgados os 18 primeiros nomes que vão marcar presença na próxima edição do festival açoriano Tremor que vai decorrer entre os dias 31 de Março e 4 de Abril. 

Os nomes internacionais confirmados para já são Juana Molina, Kathryn Joseph, Föllakzoid, Gabber Modus Operandi, Larry Gus, MadMadMad, MC Yallah & Debmaster, Pelada, Romero Martín, Sessa e Vanishing Twin, aos quais se juntam artistas nacionais como a Lena D'Água, Solar Corona, Angélica Salvi, Conferência Inferno e Dirty Coal Train. O anúncio de hoje fecha as contas com os açorianos Lil Kyra e In Peccatvm.

O Tremor, conhecido por apostar em artistas mais fora da caixa, quando comparado com os festivais de maior dimensão, e pelo encontro da música com o ambiente que a ilha proporciona, vai apostar em nomes fortes da música sul-americana, nomeadamente, na estreia nacional da argentina Juana Molina e do brasileiro Sessa, que este ano lançou o seu álbum de estreia Grandeza, dois dos mais interessantes músicos da actualidade da América Latina, e de Kathryn Joseph, cantora e compositora escocesa que a imprensa internacional tem comparado a nomes como Joanna Newson, Björk ou Anohni, galardoada com o Scottish Album of the Year. De regresso a Portugal estão o quarteto chileno Föllakzoid, que vão apresentar o seu quarto longa duração, I, lançado em agosto do presente ano, assente na repetição e no transe que os tem caracterizado, assim como os Gabber Modus Operandi, projeto originário da indonésia que promete levar aos Açores os ritmos alucinantes do estilo gabber, um subgénero mais agressivo da música techno.

 A seleção nacional é comandada pela icónica Lena D'Água, a aproveitar uma levada de ar fresco na sua carreira, fruto do lançamento do seu disco mais recente, Desalmadamente, mas também pelo stoner rock dos barcelenses Solar Corona, que este ano editaram o seu primeiro longa duração, Lightning One, assim como os Conferência Inferno e os Dirty Coal Train. 

O festival açoriano volta a ter como ponto central a ilha de São Miguel, propondo uma experiência que, ao longo de 5 dias, integra concertos em salas e natureza, residências artísticas, performances surpresa e o diálogo entre artistas locais e convidados, música e outras formas de arte. 

Os bilhetes para a sétima edição do Tremor já se encontram à venda nos locais habituais por 50 euros.

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×