16/12/19
 
 
Vítor Rainho 04/12/2019
Vítor Rainho

vitor.rainho@newsplex.pt

Greta, uma versão moderna de Hannah Montana do ambiente

Greta apresenta alguma solução inovadora para o problema do aquecimento global? Não, é apenas um símbolo dos tempos modernos que precisa destas coisas para se animar.

Patético e deprimente são as palavras que me ocorrem para ilustrar o que vi nas nossas televisões a partir das nove horas. A excitação com a chegada de uma criança, que se tornou um símbolo contra a poluição no planeta, só tem paralelo com a devoção que os jovens têm pelos seus ídolos musicais, género Hannah Montana que, como sabemos, é hoje Miley Cyrus. Greta Thunberg, que não surgiu do nada, sendo, obviamente, uma criação de alguém como símbolo contra certos interesses, não podia atracar em melhor país do que Portugal, onde não faltam parolos ávidos de serem modernaços. A menina e seus acompanhantes fizeram a viagem dos EUA para a Europa num barco supermoderno e pouco poluente – que custa uma fortuna – e tinha à sua espera o inefável presidente da Câmara de Lisboa, que se sentiu como numa espécie de segunda Web Summit. Os diretos televisivos ainda no mar ou rio, como se queira, faziam crer que estava para chegar uma sumidade científica que nos trazia a solução para o problema da poluição global. Mas não. Era apenas uma criança que diz aquilo que todos sabemos, embora as suas palavras lancinantes, que funcionaram como um murro no estômago para alguns escribas, não passem de um grito de alerta, à semelhança de tantos outros. Outro dado curioso é que estavam mais jornalistas presentes do que manifestantes da causa. O ridículo foi tanto que os jornalistas entrevistaram quase todos as mesmas pessoas presentes no local. Penso que não foi por acaso que não houve nenhuma imagem que mostrasse a multidão (inexistente) presente. Greta apresenta alguma solução inovadora para o problema do aquecimento global? Não, é apenas um símbolo dos tempos modernos que precisa destas coisas para se animar.

P. S. A Fórmula 1 já contribuiu mais para a segurança de todos os automobilistas do que muitas campanhas de prevenção rodoviária. Esperemos que as Gretas desta vida possam contribuir para transportes menos poluentes, sejam com derivados do petróleo ou elétricos. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×