11/12/19
 
 
Psicanalista Carlos Amaral Dias morreu aos 73 anos

Psicanalista Carlos Amaral Dias morreu aos 73 anos

Jornal i 03/12/2019 14:21

O também professor universitário era pai de Joana Amaral Dias.

O psicanalista e professor universitário Carlos Amaral Dias, pai de Joana Amaral Dias, morreu esta terça-feira de manhã, aos 73 anos, avançou a TSF.

O professor universitário tinha deixado de dirigir, recentemente, o Instituto Superior de Miguel Torga (Coimbra).

Carlos Augusto Amaral Dias foi presidente da Sociedade Portuguesa de Psicanálise e da Sociedade Portuguesa de Psicodrama Psicanalítico de Grupo; diretor da Revista Portuguesa de Psicanálise, publicada duas vezes por ano, além de vice-presidente da Academia Internacional de Psicologia e coordenador do Nusiaf, núcleo de seguimento infantil e ação familiar, que faz parte da Faculdade de Psicologia e Ciências de Educação da Universidade de Coimbra, segundo uma minibiografia feita pela TSF, rádio onde teve vários programas entre 1990 e 2003.

Na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra Carlos Amaral Dias lecionou a cadeira de Psiquiatria Dinâmica e em Lisboa a de Psicopatologia no Instituto Superior de Psicologia Aplicada.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×