15/12/19
 
 
Ministro do Ambiente diz que "não há forma" de reabrir estrada onde ocorreu tragédia em Borba

Ministro do Ambiente diz que "não há forma" de reabrir estrada onde ocorreu tragédia em Borba

Mafalda Gomes Jornal i 18/11/2019 12:42

Dia 19 de novembro assinala-se um ano do acidente que vitimou cinco pessoas.

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, disse, esta segunda-feira, que não há “condições” para reabrir a estrada municipal (EM) 225, entre Borba e Vila Viçosa, onde em novembro do ano passado ocorreu um deslizamento de terras para o interior de duas pedreiras, provocado a morte de cinco pessoas.

"Não há forma de poder abrir aquela estrada", disse o governante, numa sessão de apresentação sobre a execução do Plano de Intervenção nas Pedreiras em Situação Crítica, que decorreu no Ministério do Ambiente, em Lisboa.

O ministro garante “não haver condições” para reabrir a estrada, não por “falta de vontade política”, mas sim por “uma questão de segurança”.

Recorde-se que esta terça-feira, dia 19 de novembro, faz um ano que um troço de cerca de 100 metros da EM 255 colapsou em Borba, provocando cinco vítimas mortais.

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×