1/4/20
 
 
Mário Bacelar Begonha 14/11/2019
Mário Bacelar Begonha

opiniao@newsplex.pt

Jornalismo ‘‘desportivo’’

O Jornalismo é uma actividade muito importante, com um papel social relevante, em Democracia, porque exige Rigor, Verdade, Independência, Ética

Sempre pensámos que o Curso de Comunicação Social devia ter, obviamente, uma “especialização” para aqueles Licenciados que vão trabalhar nas redacções de jornais, ou mesmo na “TV”, no sector das actividades desportivas, enquanto que para aqueles que optam pelo sector a que alguns chamam “Desporto”, deviam ter , não uma especialização, mas sim uma formação sólida, alargada e profundamente enraizada, no fenómeno da Pedagogia Educativa através do Movimento com a Análise Sociológica do Fenómeno Desportivo, que o explica e divide em dois sectores distintos: o primeiro é o DESPORTO EDUCAÇÃO (Escola) e o Desporto Federado Amador, o segundo sector é o DESPORTO PROFISSIONAL, que por ser 100% espectáculo público, remunerado, ou seja, é o ganha-pão desses profissionais, deve depender da INSPECÇÃO DOS ESPECTÁCULOS, e não do Ministério da Educação.

Vem isto a propósito de um “sonho” que tivemos, no “Ano Novo”: tínhamos sido convidados para “ajudar” a “Escola de Jornalismo Desportivo” ( que ainda não existe), a pensar adequadamente sobre esta temática, sobre tudo, no tocante a uma Terminologia, apoiada numa Metodologia Própria e Especializada, de modo a não desinformar quer os leitores de jornais, quer os espectadores, dos vários canais de “TV”, como o fazem, quando chamam Desporto ao “Futebol Profissional”.

Ficámos contentes porque, finalmente, ao fim de uma luta de 60 ANOS, Portugal estaria alinhado com os Países “civilizados”. Afinal era apenas um “sonho”...!

Aprendemos, desde muito cedo a respeitar a terminologia e o valor das palavras, e, acima de tudo, o seu significado correcto, já que qualquer confusão de terminologia pode custar a vida a muitas pessoas.

Temos para nós que o Jornalismo é uma actividade muito importante, com um papel social relevante, em Democracia, porque exige Rigor, Verdade, Independência, Ética, Princípios e uma enorme DEONTOLOGIA PROFISSIONAL. Compreendemos que em Portugal, será mais difícil conservar este “registo”, já que, hoje, está “conotado” como um dos Países mais Corruptos na Escala Mundial. Por isso mesmo, pensamos, que era urgente alterar a Formação dos Jornalistas .

Seria oportuno que órgãos oficiais, de comunicação, controlados pelo Governo, não desinformassem a população, e, sobre tudo, não a induzissem num erro crasso que é chamar “DESPORTO” ao Espectáculo Desportivo Profissional do Futebol, que é hoje uma Indústria.

É evidente que devia ser o Ministério da Educação a liderar este processo, para já não referir, a demissão absoluta, neste aspecto, (como em outros), da Secretaria de Estado do Desporto, que se sente confortável com o Futebol Profissional, na sua tutela.

A título de curiosidade lembramos que a “Universidade Moderna” chegou a leccionar uma disciplina de opção de “Análise Sociológica do Desporto”, durante sete anos, ao curso de “Investigação Social Aplicada, aonde eram debatidas todas estas questões que, CONTINUAM POR RESOLVER, e que o Poder Político ignora.

E já lá vão trinta anos ...! .

 

Sociólogo

Escreve quinzenalmente

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×