15/11/19
 
 
Euro 2020. Paciência e heróis para a última etapa – em que a única opção é vencer

Euro 2020. Paciência e heróis para a última etapa – em que a única opção é vencer

AFP Laura Ramires 08/11/2019 13:14

Gonçalo Paciência e Eder são os destaques nos convocados de Portugal para os jogos frente a Lituânia e Luxemburgo. A seleção portuguesa está obrigada a vencer esta dupla jornada de qualificação para garantir o apuramento direto para o Euro 2020.

Ficou ontem conhecida a lista de convocados de Fernando Santos para os próximos desafios da seleção portuguesa, que vai defrontar a Lituânia e o Luxemburgo, a 14 e 17 de novembro, numa dupla jornada que irá fechar a qualificação para o Euro 2020.

Entre os eleitos há vários destaques, mas a grande surpresa do selecionador nacional vai para a chamada de Gonçalo Paciência.

O avançado do Eintracht Frankfurt volta a ser chamado a vestir a camisola da equipa das quinas precisamente dois anos depois de ter feito a estreia. Desde a primeira chamada à seleção A, em novembro de 2017, já pela mão de Fernando Santos, que o jogador formado no FC Porto não entrava nas opções do selecionador. Aliás, na altura, com 23 anos, o único jogo em que marcou presença foi num amigável entre Portugal e Estados Unidos que terminou empatado a uma bola.

“O Paciência, a única vez que veio jogava no Setúbal e quem o convocou foi o Fernando Santos, por acaso. Não é novidade nenhuma a qualidade do Paciência. Ele estava em grande forma no [Vitória de] Setúbal, mas depois, no FC Porto, as coisas acabaram por não correr bem e agora está a jogar com regularidade e bem”, justificou Fernando Santos na conferência de imprensa realizada ontem na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Além de Paciência, uma referência para os regressos de Eder, Daniel Podence e Diogo Jota. O avançado do Lokomotiv Moscovo, e herói do Campeonato da Europa de 2016, foi a campo pela última vez em 20 de novembro de 2018, ao entrar já na parte final do encontro da Liga das Nações com a Polónia, que terminou empatado (1-1).

Esta lista fica marcada, de resto, pelas ausências por lesão de William, André Gomes, Rafa, Gonçalo Guedes e João Félix.

Já no que diz respeito às redes portuguesas houve ainda tempo para uma revelação. Beto, José Sá e Rui Patrício voltaram a estar entre os eleitos do engenheiro, que confessou ainda que o guarda-redes Rui Silva, titular indiscutível no Granada, equipa-sensação do campeonato espanhol, integra a lista de jogadores observados “Faz claramente parte da lista dos guarda-redes em observação. Temos seis ou sete guarda-redes observados e o Rui Silva faz parte dessa lista”, referiu Fernando Santos.

Obrigatório vencer Em caso de triunfo sobre a Lituânia, no Algarve, e Luxemburgo, Portugal garante o apuramento direto para a fase final do Campeonato da Europa, mas poderá celebrar mais cedo, em solo algarvio, se bater os lituanos e a Sérvia, no mesmo dia, não conseguir ganhar na receção aos luxemburgueses.

A Ucrânia, que já garantiu o primeiro lugar do grupo B, soma 19 pontos, seguido de Portugal, com 11, da Sérvia, com 10, do Luxemburgo, com quatro, e da Lituânia, que tem apenas um.

“A estratégia é ganhar. A estratégia é marcar golos e não deixar que o adversário marque. Vamos estar no Campeonato da Europa de 2020. Vamos ganhar estes dois jogos e vamos lá estar”, afiançou o técnico de 65 anos.

“Sempre dissemos que queríamos ficar no primeiro lugar do grupo. Não aconteceu, mas isso não é estranho ao futebol português. Já chegámos a fases finais e fizemos campanhas brilhantes sem acabarmos em primeiro do grupo”, lembrou. Confrontado com as mudanças nos convocados, Fernando Santos desvalorizou as saídas forçadas, assegurando que os 25 convocados “dão todas as garantias”.

Houve, contudo, tempo para falar sobre a lesão arrepiante sofrida há dias por André Gomes (Everton), que fraturou o tornozelo direito no último domingo, na partida com o Tottenham. “[Recebi a notícia] com muita tristeza, falei com o jogador, foi assustador, mas as coisas não são tão graves como pareceram. O André já passou por momentos difíceis, mas vai voltar e o futuro será brilhante”. Também Marco Silva, treinador dos toffees, mostrou-se, ontem, otimista com a recuperação do jogador luso. O técnico acredita que o médio, que foi entretanto submetido a intervenção cirúrgica, poderá voltar à competição ainda antes do final da presente temporada.

A lista de convocados

Guarda-redes: Beto (Goztepe), José Sá (Olympiacos) e Rui Patrício (Wolverhampton).

Defesas: Ricardo Pereira (Leicester), Nélson Semedo (Barcelona), José Fonte (Lille), Pepe (FC Porto), Rúben Dias (Benfica), Rúben Semedo (Olympiacos), Raphael Guerreiro (Borussia Dortmund) e Mário Rui (Nápoles).

Médios: Danilo Pereira (FC Porto), Rúben Neves (Wolverhampton), Bruno Fernandes (Sporting), João Mário (Lokomotiv), João Moutinho (Wolverhampton), Pizzi (Benfica), Bernardo Silva (Manchester City), Bruma (PSV) e Daniel Podence (Olympiacos).

Avançados: André Silva e Gonçalo Paciência (Eintracht Frankfurt), Cristiano Ronaldo (Juventus), Eder (Lokomotiv) e Diogo Jota (Wolverhampton).

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×