13/12/19
 
 
Balotelli: "Chega de engolir. Chega!"

Balotelli: "Chega de engolir. Chega!"

Facebook Bruno Venâncio 04/11/2019 17:57

Avançado italiano pede intervenção firme contra o racismo nos estádios não só das instâncias futebolísticas, mas também a nível civil

Mario Balotelli recorreu esta segunda-feira às redes sociais para fazer um pedido relacionado com os cânticos racistas de que foi alvo no embate deste domingo entre o Brescia e o Verona - um fenómeno cada vez mais banalizado nos estádios italianos. No entender do avançado italiano, "'pessoas' assim devem ser banidas da sociedade, não só do futebol".

"Chega de engolir. Chega de deixar para lá. Chega. Chega", escreveu Balotelli, que durante a partida, e cansado dos insultos que vinha a receber, agarrou a bola e chutou-a para a bancada, abandonando o relvado em seguida. Acabaria por regressar, após pedidos dos colegas, adversários e equipa de arbitragem - e já depois de nos ecrãs do estádio do Verona ter passado uma mensagem dirigida aos adeptos, a pedir o fim dos cânticos - e seria ele a marcar o golo de honra do Brescia na derrota por 2-1.

O jogo esteve parado durante quatro minutos devido a este incidente, numa altura em que Miguel Veloso, capitão da equipa de Verona, já não estava em campo (saiu aos 54 minutos, com a equipa da casa a vencer por 1-0). Este é um episódio cada vez mais recorrente, não só no futebol italiano como em vários outros países - ainda recentemente, um incidente do género numa partida entre as seleções da Bulgária e da Inglaterra originou a demissão do presidente da federação búlgara, na sequência de insultos racistas dos seus adeptos para com vários jogadores ingleses.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×