20/9/20
 
 
Exame. Marcelo regressa ao ativo já no fim de semana

Exame. Marcelo regressa ao ativo já no fim de semana

Ana Antunes Ana Petronilho 31/10/2019 10:12

Presidente da República realizou ontem “com sucesso e sem complicações” um cateterismo cardíaco.

O Presidente da República fez uma breve interrupção na sua agenda oficial para fazer ontem um exame ao coração, sendo previsível que a recuperação seja em 24 horas e que regresse à sua agenda oficial durante o fim de semana.

A intervenção, realizada durante a tarde, passou por um cateterismo cardíaco que tratou com “sucesso e sem complicações” algumas “obstruções coronárias importantes”, de acordo com a nota publicada na página da Presidência da República. Em outubro o Presidente da República confessou que tinha sido detetada a acumulação de cálcio num determinado vaso sanguíneo e que, por isso, teria de realizar um cateterismo.

A mesma nota acrescenta ainda que se prevê “uma recuperação total em prazo muito curto, com retoma da atividade normal no próximo fim de semana”, apontam os médicos responsáveis pelo cateterismo. A equipa médica é composta por Manuel Almeida, cardiologista de intervenção, Victor Machado Gil, cardiologista assistente, Miguel Mendes, diretor do serviço de cardiologia Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, e por Daniel de Matos, médico de Marcelo Rebelo de Sousa na Presidência da República, que assina como médico assistente.

Fica então resolvido o possível impedimento de Marcelo Rebelo de Sousa se recandidatar à Presidência da República. A um ano do fim do mandato, em outubro deste ano, o chefe de Estado tinha dito que a saúde podia vir a condicionar a recandidatura. Durante uma entrevista de vida à SIC, Marcelo Rebelo de Sousa disse que “antes de se candidatar” e para continuar a seguir o estilo “de presidência próxima” terá de “fazer exames”. O chefe de Estado lembrou ainda que tanto o seu pai como o seu avô eram cardíacos e que foi a sua “hipocondria” que o “mandou fazer” os exames ao coração.

Ontem, antes de dar entrada no Hospital de Santa Cruz, em Carnaxide, Marcelo Rebelo de Sousa disse estar “muito tranquilo” com a intervenção e que levou “livros para ler” enquanto aguarda o resultado do exame. O Presidente da República revelou ainda que iria procurar seguir, pela rádio ou televisão, o debate do programa de Governo, que ontem decorreu na Assembleia da República.

Durante a interrupção de Marcelo Rebelo de Sousa, cabe a um presidente interino que os trabalhos prossigam. De acordo com a Constituição, em casos de ausência do Presidente da República cabe ao Presidente da Assembleia da República, a segunda figura do Estado, substituir o chefe de Estado.

O que é um cateterismo Um cateterismo é um exame que serve para diagnosticar ou tratar patologias cardíacas. Este exame permite avaliar o estado do coração, a anatomia das artérias, o funcionamento das válvulas cardíacas ou se há placas de gordura nas artérias.

O procedimento passa pela introdução, numa veia, de um tubo fino e flexível, o chamado cateter. Este tubo é introduzido até ao coração para analisar ou tratar o problema sinalizado. O exame é feito sem recurso a anestesia geral.

Desde que foi eleito, em 2016, Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa foi já submetido a uma cirurgia, a 28 de dezembro 2017. Nesse dia, o chefe de Estado foi operado de urgência a uma hérnia umbilical, no Hospital Curry Cabral, em Lisboa. Ficou internado até ao final do ano, o que o obrigou a cancelar vários pontos de agenda e a abrandar o ritmo nas semanas seguintes.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×