20/9/20
 
 
PSD. Os homens dos candidatos a presidente

PSD. Os homens dos candidatos a presidente

Mafalda Gomes Cristina Rita 29/10/2019 14:04

Rui Rio, Luís Montenegro e Miguel Pinto Luz vão a votos nas eleições internas dos sociais-democratas em janeiro de 2020. Um destes três nomes irá ser o rosto da oposição nos próximos dois anos. No terreno estão vários apoiantes, que afinam a estratégia, contam espingardas no PSD profundo ou simplesmente dão a cara pelos concorrentes a líder da oposição quando o seu respetivo candidato não pode ou o bom senso não aconselha.

Salvador Malheiro

O líder da distrital de Aveiro, Salvador Malheiro, é um dos nomes que faz os contactos com dirigentes locais para garantir apoios para a recandidatura de Rui Rio à liderança. Há dois anos cumpriu igual papel. 

Hugo Soares

O ex-líder parlamentar do PSD é o braço-direito de Luís Montenegro. Hugo Soares faz a ligação com algumas estruturas distritais (nem todas) e colabora na preparação da estratégia política do candidato a líder laranja.

José Eduardo Martins

O antigo secretário de Estado do Ambiente e ex-candidato autárquico em Lisboa é um dos rostos que tem feito alguns contactos para a candidatura. É apoiante desde a primeira hora, a par de Carlos Carreiras, o autarca de Cascais.

Adão Silva

O deputado trata assuntos de Segurança Social no Parlamento desde cedo. Agora, a sua missão é ajudar Rui Rio na presidência da bancada do PSD. Há dois anos chegou mesmo a ser apontado como líder parlamentar.

Pedro Alves

Presidente da distrital de Viseu é um dos dirigentes locais que conhece bem o partido, faz a ligação com algumas distritais e estará a ajudar na estratégia para a campanha interna que se avizinha a partir do mês de novembro.

Nuno Freitas

O antigo deputado Nuno Freitas é presidente da comissão política concelhia de Coimbra. Tem assumido algumas posições públicas em nome do candidato Miguel Pinto Luz e ajudado na preparação da estratégia do candidato.

José Silvano 

O secretário-geral do PSD é um dos colaboradores de Rui Rio que tem feitos alguns contactos de bastidores sobretudo junto de vários autarcas ou dirigentes locais para tomar o pulso ao partido.

Paulo Cunha

Paulo Cunha, autarca de Vila Nova de Famalicão, faz a ponte com outros autarcas do PSD e há quem garanta que se o antigo líder parlamentar ganhar as eleições diretas pode vir a ser vice-presidente do partido.

José Matos-Rosa

Foi secretário-geral do PSD e saiu de cena ao ter sido excluído das listas do partido. É o diretor de campanha do autarca em Cascais, sendo considerado uma figura respeitada dentro do ‘aparelho’ do PSD.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×