15/12/19
 
 
Campeonato. O vice-líder já tem planeado o primeiro xeque a um rei muito teimoso

Campeonato. O vice-líder já tem planeado o primeiro xeque a um rei muito teimoso

Bruno Venâncio 25/10/2019 21:49

O surpreendente Famalicão desloca-se ao Dragão com o objetivo de se manter na liderança. Pouco antes, o campeão é posto à prova em Tondela.

E aí está ele: o tão desejado campeonato nacional de futebol, do qual ninguém ouvia falar já há quase um mês. Por entre jogos de seleções, taças e tacinhas já havia quem se tivesse esquecido que há, de facto, um campeonato em curso, com sistema de pontos por vitória e empate, candidatos ao título, às provas europeias e à fuga pela descida – isso tudo e muito mais.

Mas é verdade: a liga existe, e o que não falta são motivos para a seguir com muito interesse. Como o cartaz desta jornada, por exemplo, onde se pode ver logo a abrir, já esta sexta-feira, um Paços de Ferreira, renovado desde que Pepa assumiu o comando técnico, a receber o Rio Ave, que voltou a entusiasmar sob o comando de Carlos Carvalhal.

No sábado há igualmente motivos de interesse, nomeadamente no que respeita à reação dos jogadores do Aves após a demissão de Augusto Inácio, na sequência da pesada derrota (5-2) sofrida no Estádio de S. Luís, frente ao histórico (mas secundário) Farense para a Taça de Portugal. Mas também um Vitória de Setúbal-Marítimo, que poderá bem ser o último jogo de Nuno Manta Santos à frente dos destinos dos madeirenses, ou o reencontro de Vítor Oliveira com o Portimonense, a última equipa que havia aceitado treinar na I Liga antes de se comprometer com o projeto do Gil Vicente para esta temporada.

Rafa é dúvida encarnada Os jogos de maior nomeada – leia-se: dos candidatos ao título –, todavia, irão decorrer todos no domingo. Começa logo às 15 horas, com a receção do tranquilíssimo Tondela ao Benfica, que procura capitalizar a subida anímica provocada pelo primeiro triunfo na Liga dos Campeões (ver página 37) e somar a terceira vitória consecutiva em competições diferentes, numa sequência iniciada com a goleada ao Cova da Piedade, para a Taça de Portugal (0-4). Só Rafa ainda dá dores de cabeça a Bruno Lage: o atacante, que abriu a contagem frente ao Lyon, onde regressava após lesão, sofreu uma recaída na partida diante dos gauleses e será reavaliado esta sexta-feira, estando para já em dúvida para a visita ao conjunto beirão.

Assim que terminar o jogo em Tondela, inicia-se no Dragão o encontro mais aguardado da ronda, com o FC Porto, segundo classificado, a receber o surpreendente líder da prova: o recém-promovido Famalicão. A fazer um início de temporada absolutamente irrepreensível (seis vitórias, uma das quais em Alvalade, e um empate, em Guimarães), os minhotos têm permissão para sonhar, embora sabendo de antemão que terão pela frente uma tarefa muito complicada, ainda para mais com os dragões a terem a possibilidade de passar para a frente da prova em caso de vitória.

O domingo acaba com a receção do Sporting ao Vitória de Guimarães, no primeiro encontro dos leões de Silas nas competições internas após a escandalosa eliminação da Taça, em Alverca.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×