18/11/19
 
 
Seguradora desmente Rosa Grilo

Seguradora desmente Rosa Grilo

DR jornal i 16/10/2019 08:36

A sexta sessão do julgamento ocorreu esta terça-feira. 

Agente de seguros  
A sexta sessão de julgamento do homicídio de Luís Grilo decorreu ontem no Tribunal de Loures e o agente de seguros que depôs como testemunha desmentiu a versão de Rosa Grilo, suspeita da morte do triatleta. A viúva tinha dito nas sessões anteriores que tinha apenas conhecimento de dois dos seis seguros feitos por Luís Grilo. No entanto, a testemunha garantiu em tribunal que Rosa Grilo estava a par das alterações feitas às apólices, até porque lhe explicou as condições específicas.

Indemnizações  
O agente de seguros, responsável pelas apólices do casal, revelou ainda que dois meses depois da morte de Luís Grilo foi contactado por Rosa Grilo para iniciar o processo de pagamento das respetivas indemnizações dos seguros.

Oito testemunhas  
Durante o dia de ontem foram ouvidas oito testemunhas, incluindo dois agentes da PJ. A hipótese de Rosa Grilo ter contratado alguém para matar o marido foi colocada, mas rapidamente afastada pela PJ. Sobre a possibilidade de Rosa Grilo ter cometido o crime sozinha, colocada pelo Ministério Público, os dois agentes da PJ explicaram que isso seria impossível: “Só a Rosa Grilo não conseguia transportar o corpo, tinha de haver a intervenção de outra pessoa”, asseguraram.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×