24/10/19
 
 
Petição para Joacine não ser eleita deputada já teve mais de 13 mil assinaturas

Petição para Joacine não ser eleita deputada já teve mais de 13 mil assinaturas

DR jornal i 10/10/2019 20:56

A deputada já reagiu à situação, através da sua conta oficial de Twitter

Joacine Katar Moreira foi eleita para a Assembleia da República, no domingo passado, representando o partido Livre. E durante os festejos, uma atitude da deputada gerou contorvérsia e até uma petição nas redes sociais para lhe retirar o cargo. 

Segundo a petição, Joacine Moreira revelou um "comportamento antipatriótico” ao ter comemorado as eleição, fazendo-se acompanhar de uma bandeira do seu país de origem - Guiné-Bissau.

“Não se percebe por que a recente eleita senhora deputada Joacine Katar Moreira, de forma direta, deixou que nos festejos da sua eleição fosse exibida a bandeira da Guiné-Bissau. O Art. 12º [da Constituição da República Portuguesa] na primeira alínea refere que: ‘Todos os cidadãos gozam dos direitos e estão sujeitos aos deveres consignados na Constituição’. Ora, o comportamento da suposta cidadã, Joacine Katar Moreira, fica novamente em causa por se verificar um comportamento antipatriótico com o ato descrito anteriormente”, lê-se no texto que acompanha a petição que já foi assinada por 13.737 pessoas.

A deputada já reagiu à situação, através da sua conta oficial de Twitter: “Gente que de repente sonha com a minha desistência do cargo de deputada a quatro dias depois das eleições, acreditando que infernizando a minha vida, não contribuindo em nada e minando tudo, ou então assinando petições, escutem: isto sempre foi uma guerra para pessoas como eu”, escreveu.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×