7/8/20
 
 
Legislativas. Cavaco Silva triste com resultado eleitoral do PSD

Legislativas. Cavaco Silva triste com resultado eleitoral do PSD

Cristina Rita 08/10/2019 13:30

Ex-presidente da República emite declaração escrita sobre os resultados eleitorais das legislativas e deixa aviso: "A tarefa mais importante e urgente que o PSD tem agora à sua frente é a de reconstruir a unidade do partido e de mobilizar os seus militantes". E exemplifica com o caso de Maria Luís Albuquerque.

O ex-presidente da República, Cavaco Silva, fez uma declaração escrita sobre os resultados eleitorais do PSD nas  legislativas, assumindo-se entristecido."Como social-democrata com fortes ligações à história do PSD, o resultado obtido pelo partido não pode deixar de me entristecer", começou por escrever o também antigo primeiro-ministro e líder social-democrata.

Assim, a tarefa mais urgente para o ex-presidente da República " é a de reconstruir a unidade do partido e de mobilizar os seus militantes, um ativo decisivo para as vitórias, tal como aconteceu no passado". E dá um exemplo concreto, o de Maria Luís Albuquerque , ex-ministra das Finanças, que é preciso chamar novamente ao partido. Cavaco Silva começa por dizer que é preciso "trazer ao debate das ideias e ao esclarecimento e combate político os militantes que, por razões que agora não interessa discutir, se afastaram ou foram afastados, como é o caso de Maria Luís Albuquerque, uma das mulheres com maior capacidade de intervenção " que o ex-presidente da República conheceu. Mas existirão muitos outros que é preciso chamar de volta para o debate interno e para acautelar a reconstrução da unidade dos sociais-democratas.

Para o ex-presidente da República a "história do PSD mostra que a pluralidade de opiniões, no quadro dos valores básicos da social-democracia moderna – liberdade, democracia, dignidade da pessoa humana, solidariedade e justiça social, igualdade de oportunidades e livre iniciativa – é uma força estimulante e enriquecedora do partido". Por isso, todos são necessários para Cavaco Silva.

A declaração escrita termina com uma referência ao fundador do PPD/PSD, Francisco Sá Carneiro. "É fundamental que o partido fundado por Sá Carneiro se afirme pelo papel reformista que sempre o distinguiu e que tão importante é para que Portugal se aproxime do nível de desenvolvimento médio da União Europeia".

O PSD obteve 27,90 por cento dos votos, 77 mandatos, sendo um resultado inferior, por exemplo, ao de Santana Lopes, obitdo em 2005, considerado na altura o segundo pior de sempre.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×