24/10/19
 
 
Crédito Agrícola. António Varela desiste de ser charmain

Crédito Agrícola. António Varela desiste de ser charmain

Jornal i 07/10/2019 15:12

A desistência surgiu depois de o Banco de Portugal ter levantado dúvidas sobre o facto de ser acionista de uma empresa que é parceira do concorrente Banco CTT.

António Varela desistiu de ser o próximo chairman do Crédito Agrícola, cargo para o qual havia sido proposto em março.

A desistência surgiu depois de o Banco de Portugal ter levantado dúvidas sobre o facto de ser acionista de uma empresa que é parceira do concorrente Banco CTT e também pela demora no processo de aprovação por parte do supervisor para iniciar funções na instituição financeira.

António Varela fazia parte da lista que venceu as eleições para o Crédito Agrícola, liderada por Licínio Pina. Todos os nomes eleitos para os órgãos sociais do banco receberam luz verde do Banco de Portugal, à exceção de Varela.

Recorde-se que,o grupo Crédito Agrícola fechou os primeiros seis meses de 2019 com lucros de 74,4 milhões de euros, um aumento de 15,9% face ao período homólogo. Já a margem financeira da instituição caiu 6,3%.
 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×