12/7/20
 
 
Tancos. Azeredo Lopes admitiu a deputado socialista que sabia do reaparecimento das armas furtadas

Tancos. Azeredo Lopes admitiu a deputado socialista que sabia do reaparecimento das armas furtadas

João Girão. SOL 26/09/2019 11:49

Troca de SMS tramou antigo ministro.

O ex-ministro da Defesa Azeredo Lopes admitiu, em mensagens trocadas com o deputado socialista Tiago Barbosa Ribeiro, que era conivente com o plano da GNR e da PJM para recuperar as armas furtadas nos paiolins de Tancos em 2017, apurou o semanário SOL.

No dia em que foi comunicado publicamente o achamento do armamento na Chamusca, numa operação conjunta levada a cabo pela GNR e a PJM em colaboração com os ladrões, o deputado socialista enviou uma mensagem de felicitações a Azeredo Lopes, que se encontrava em plena sessão de debate quinzenal, na Assembleia da República.

“Parabéns pela recuperação do armamento, grande alívio…! Não te quis chatear hoje”, escreveu Barbosa Ribeiro.

Pouco depois, chegava a resposta do então ministro da Defesa, também por SMS: “Foi bom: pela primeira vez se recuperou armamento furtado. Eu sabia, mas tive que aguentar calado a porrada que levei. Mas, como é claro, não sabia que ia ser hoje".

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×