31/3/20
 
 
Vítor Rainho 24/09/2019
Vítor Rainho

vitor.rainho@newsplex.pt

Bernardo Silva proibido de brincar. O mundo está louco

Estas associações antirracistas são elas mesmo as maiores racistas ao cimo da terra. Mas desde quando é que não se pode fazer uma brincadeira com um amigo só porque a cor da pele é castanha? 

Bernardo Silva é um jogador de futebol que brilha a grande nível no principal campeonato do mundo, o inglês, e no ano passado foi mesmo considerado o melhor a pisar os relvados de Sua Majestade. É um miúdo que não tem tiques de craque parolo, apesar dos milhões que ganha, quando vem a Portugal desloca-se para os estágios da seleção num Smart, não tem um corte de cabelo suburbano e não é uma loja ambulante de marcas de luxo. Nas suas entrevistas revela alguma maturidade para a idade que tem e utiliza sempre um discurso positivo. Percebe-se que é um jovem feliz, de bem consigo próprio e com os outros.

Na semana passada, decidiu colocar nas redes sociais a foto de um companheiro de equipa e amigo ao lado de um boneco conguito, uma marca de chocolate espanhola, com a legenda “quem é quem?”. Foi o suficiente para lhe cair o mundo em cima acusando-o de racismo e de ser intolerável uma brincadeira dessas. Estas associações antirracistas são elas mesmo as maiores racistas ao cimo da terra. Mas desde quando é que não se pode fazer uma brincadeira com um amigo só porque a cor da pele é castanha? Se Bernardo Silva tivesse feito o mesmo com um amigo branco alguém diria alguma coisa? Agora as brincadeiras, género “separados à nascença”, só podem ser realizadas com brancos? A associação Kick it Out exige que a federação inglesa castigue o jogador exemplarmente, como se o craque português tivesse cometido algum crime. Porque não se metem na sua vida e deixam as pessoas viver a sua com as brincadeiras que muito bem entendem fazer? Desde quando é que precisamos de polícias para controlarem as ‘sacanagens’ que fazemos uns aos outros, sem qualquer ponta de maldade?

Ao tomar conhecimento desta polémica lembrei-me das vezes que brinco com um grande amigo meu dizendo que vamos tirar uma foto a preto e branco. Mas há algum racismo nisto? A estupidez está decididamente a tomar conta do mundo. Bernardo Silva apagou a brincadeira das redes sociais e escreveu: “Nem posso fazer uma piada com um amigo nos dias de hoje… Estas pessoas…”. É verdade, meu caro. Estas pessoas querem-nos obrigar a ver o mundo como elas o veem. Cheio de estigmas e racismos encapotados.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×