24/9/20
 
 
Greta Thunberg acusa líderes mundiais de lhe "roubarem os sonhos"

Greta Thunberg acusa líderes mundiais de lhe "roubarem os sonhos"

AFP Jornal ii 23/09/2019 17:50

Ativista critica inação dos líderes mundiais face às alterações climáticas.

Greta Thunberg discursou, esta segunda-feira, a convite do secretário-geral da ONU, António Guterres, no início da Cimeira da Ação Climática, em Nova Iorque. A jovem ativista criticou os líderes mundiais e acusou-os de lhe roubarem os sonhos e a infância.

"Como é que se atreveram? Vocês roubaram-me os sonhos e a infância com as vossas palavras vazias", começou por dizer.

"Eu não devia estar aqui, eu devia estar na escola, do outro lado do oceano", acrescentou, visivelmente emocionada, no curto discurso que leu na abertura da cimeira.

“Como é que se atreveram?”, voltou a questionar, referindo ainda que faz parte de um grupo de pessoas com sorte, mas que há gente que sofre e está a morrer.

A jovem, de 16 anos, realçou ainda o desaparecimento de ecossistemas e relembrou que o planeta está no início de uma extinção em massa. Em contrapartida, os líderes munidas apenas falam de dinheiro e dos "contos de fadas do crescimento económico eterno".

Além de repetir factos científicos que confirmam o aquecimento global do planeta, Greta Thunberg, que lançou o movimento Greve Mundial pelo Clima quando em 2018 decidiu faltar às aulas para protestar junto ao parlamento sueco contra a inação dos políticos em questões ambientais, deixou claro que o “mundo está a acordar”.

"Vocês deixaram-nos cair. Mas os jovens começam a compreender a vossa traição. Se vocês decidiram deixar-nos cair, eu digo-vos: nós nunca vos iremos perdoar. E não deixaremos que vocês se vão embora assim", disse.

"O mundo está a acordar e a mudança a chegar, quer vocês gostem ou não. Obrigado", concluiu.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×