14/10/19
 
 
Rapaz de onze anos assiste a homicídio da mãe às mãos do padrasto

Rapaz de onze anos assiste a homicídio da mãe às mãos do padrasto

Jornal i 22/09/2019 13:45

Menino de 11 anos viu padrasto a agredir violentamente mãe, que viria a morrer quatro dias depois.

Uma portuguesa de 31 anos residente nos EUA, foi brutalmente assassinada pelo marido, no passado dia 11, em Cheshire, no Estado de Connecticut.

Mónica Isabel, natural de Chaves, emigrou aos 19 anos e atualmente estava casada com o mexicano Emanuel Domínguez, o seu segundo marido, com quem tinha uma filha de 22 meses.

Do seu primeiro casamento tinha um filho de onze anos que assistiu à morte violenta da mãe, provocada pelo padrasto. Foi o rapaz quem ligou para o serviço de emergência, mas não conseguia falar, apenas chorar. Apesar de não saber o que se passava, a polícia enviou de imediato uma equipa para o local da chamada, entretanto localizada.

Quando as autoridades chegaram à casa, encontraram “Mónica deitada numa "poça de sangue no chão, segundo a imprensa local. Apesar dos ferimentos graves, a portuguesa ainda estava viva e foi levada de urgência para o hospital, onde viria a morrer quatro dias depois.

De acordo com a polícia, a mulher terá sido esfaqueada “entre 20 e 30 vezes”.

Emanuel Dominguez-VillaGomez foi detido, pouco depois do crime, e acusado de agressão em primeiro grau, risco de lesão, perigo imprudente e restrição ilegal, de acordo com um comunicado da imprensa local.

No entanto, devido à morte da mulher é expectável que as acusações sejam agravadas.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×