22/9/19
 
 
Já é conhecido o motivo que provocou a morte do piloto em Valongo

Já é conhecido o motivo que provocou a morte do piloto em Valongo

DR jornal i 12/09/2019 18:49

O relatório preliminar do acidente foi realizado pelo Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF)

O relatório preliminar do acidente com o helicóptero Eurocopter AS350 B2, que vitimizou o piloto Noel Ferreira, no dia 5 de setembro, em Valongo revela que a causa do acidente foi uma descarga elétrica que aconteceu quando o balde suspenso da aeronave colidiu nos cabos da segunda linha, o que provocou uma descarga elétrica no aparelho. 

De acordo com o documento do GPIAAF, publicado esta quinta-feira, o acidente ocorreu numa segunda tentativa de aproximação ao local do incêndio. O balde embateu nos cabos, a cerca de 150 metros do poste Oeste, o que resultou numa "descarga elétrica utilizando o helicóptero e seus assessórios como condutor entre os dois cabos", pode-se ler no documento. 

"Os cabos de aço e o sling de suporte do balde à aeronave fundem pela descarga elétrica, assim como o rotor de cauda ao tocar no cabo de guarda produziu um arco elétrico intenso, coerente com relatos de testemunhas sobre o impacto iluminado da aeronave nos cabos", explica o GPIAAF. "Já sem rotor de cauda e sem estabilizador vertical, a aeronave inicia uma rotação no sentido anti-horário por efeito do torque do rotor principal", acrescentam. 

Segundo o relatório, a perda de controlo da aeronave e a queda foram acontecimentos "inevitáveis". "Após o violento embate com o solo, de imediato deflagrou um incêndio intenso que consumiu a aeronave na totalidade. Neste processo o piloto e único ocupante da aeronave foi ferido fatalmente", acrescenta a nota.

Noel Ferreira morreu no dia 5 de setembro quando o helicóptero que pilotava se despenhou enquanto combatia um incêndio em Valongo

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×