14/12/19
 
 
Voto de condenação. Polémica com museu Salazar chega ao parlamento

Voto de condenação. Polémica com museu Salazar chega ao parlamento

Jornal i 11/09/2019 08:37

PCP quer que Parlamento condene a criação de “um museu dedicado à memória do ditador”.

A polémica com a criação de um museu dedicado Salazar já chegou ao Parlamento. O PCP apresentou um voto de condenação para que a Assembleia da República se manifeste contra a intenção do autarca de Santa Comba Dão. Os comunistas pretendem que o Parlamento condene “firmemente a criação de um ‘museu’ dedicado à memória do ditador Oliveira Salazar em Santa Comba Dão, independentemente da sua designação, considerando essa criação uma afronta à democracia, aos valores democráticos consagrados na Constituição da República e uma ofensa à memória das vítimas da ditadura”.

A iniciativa dos deputados comunistas apela ainda aos promotores da “criação de tal ‘museu’ para que reconsiderem a sua posição e a todas as entidades, públicas e privadas, para que não apoiem, direta ou indiretamente essa iniciativa”.

A polémica nasceu quando o presidente da Câmara de Santa Comba Dão, Leonel Gouveia, anunciou, em julho, a criação do Museu do Estado Novo. Não demorou muito tempo para que mais de 200 ex-presos políticos e várias personalidades se juntassem para contestar a ideia do autarca socialista.

O assunto chega agora ao Parlamento com o PCP a alertar que esta iniciativa “mais não seria, a ser concretizada, do que um local de romaria de antigos saudosistas da ditadura e de novos apoiantes de uma extrema-direita que se pretende assumir cada vez mais como ameaça à democracia”. A iniciativa deverá ser debatida hoje na reunião da Comissão Permanente da Assembleia da República, mas dificilmente será aprovada.

António Costa, em entrevista à TVI, admitiu que o projeto pode ser “útil e favorável” se for “um centro de interpretação de um determinado período da nossa história”. Já o presidente da Câmara de Santa Comba Dão, eleito pelo PS, garantiu que pretende “apresentar de forma isenta um importante período da nossa história que não pode ser apagado”. Um dos principais objetivos do autarca é incentivar o turismo.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×