22/9/19
 
 
Despiste deixa Ricardo Gomes fora do título

Despiste deixa Ricardo Gomes fora do título

Zoom Motorsport Joaquim Gomes 09/09/2019 22:19

Tudo aconteceu na derradeira subida de treinos, quando o Citroën DS3 R5 entrou logo em despiste numa zona onde não havia rails de proteção

Um despiste na Rampa PêQuêPê - Arrábida deixou o piloto Ricardo Gomes fora da luta pelo título numa altura em que tinha todas as condições para se sagrar campeão nacional.

Depois de seis pódios e vitórias nos Turismos 1, nas Rampas da Penha e Serra da Estrela, Ricardo Gomes chegava agora à fase decisiva do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group em posição de conquistar o título da divisão na sua época de regresso às rampas. Contudo, um despiste na Rampa PêQuêPê na Serra da Arrábida deixou o piloto de Braga fora da luta pelo título, mas escapando a uma tragédia.

Tudo aconteceu na derradeira subida de treinos, quando o Citroën DS3 R5 entrou logo em despiste numa zona onde não havia rails de proteção (situação que não é admissível, nos dias de hoje), originando um acidente aparatoso e que impediu o carro da Macominho Sport de continuar em prova, questionando-se se estão à espera de uma morte para dar ao automobilismo e aos pilotos a segurança que se exige.

“Foi uma saída a alta velocidade e tivemos o azar de não existir qualquer rail de proteção naquela zona, porque o carro foi projetado para uma pequena encosta e derrubei várias árvores até nos imobilizarmos”, contou Ricardo Gomes, que se não tivesse tido a destreza e sangue-frio, poderia ter originado uma tragédia, sendo tempo de acautelar as omissões de amadorismo, em provas oficiais, podendo custar a vida a pilotos, como aconteceu já com outro piloto bracarense, Pedro Marques, que esteve perto de um acidente gravíssimo, na Rampa do Caramulo, tendo ficado como agora tudo abafado, havendo já cada vez menos participantes e não fosse o altruísmo e a dedicação do piloto e empresário de Braga, José Correia, o campeonato nacional de montanha muito dificilmente teria, até, continuidade.

“Foi pena porque estávamos já com uma afinação próxima da que é ideal para a primeira subida oficial. No fundo, esta desistência impede-nos de lutar pelo título dos Turismos 1 até ao final da época, mas os resultados que conseguimos até agora neste ano de regresso à Montanha, perante adversários competitivos, acabam por ser positivos, v amos levantar a cabeça e pensar no futuro”, afirmou o piloto de Braga, fazendo questão de agradecer “aos nossos patrocinadores, especialmente ao Grupo Acrescentar, porque acredita neste projeto, à equipa Macominho Sport e a todas as pessoas que me enviaram mensagens de apoio, mas voltaremos certamente mais fortes”, prometeu Ricardo Gomes.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×