20/11/19
 
 
Norte-americana ficou em coma devido a doença causada por cigarros eletrónicos

Norte-americana ficou em coma devido a doença causada por cigarros eletrónicos

Facebook Jornal i 01/09/2019 10:32

"Estou a partilhar a minha história para que todos saibam que há algo de louco nessas canetas que não é seguro e que quase me custou a vida"

Maddie Nelson, de apenas 18 anos, esteve entre a vida e a morte, em causa estará uma doença pulmonar causada por cigarros eletrónicos.

Durante semanas, a jovem norte-americana sentiu náuseas, vómitos e suportou dores no peito. Depois de recorrer às urgências com dificuldades respiratórias no final do passado mês de julho, Maddie acabou por ser transferida para uma unidade hospitalar onde lhe foram detetados “danos graves nos pulmões”. Numa situação que era “potencialmente fatal”, a jovem acabou por ser colocada em coma induzido.

Depois de duas broncoscopias, no dia 1 de agosto, os médicos concluíram que Maddie sofria de pneumonia eosinofílica aguda, uma doença pulmonar causa pela acumulação de eosinófilos - um tipo de glóbulos brancos - nos pulmões. Na causa da doença estaria o facto de a jovem fumar cigarros eletrónicos.

A jovem acabou por ser retirada do coma passados três dias e, apesar de respirar sozinha, ainda carece de oxigénio durante a noite.

Maddie acabou por utilizar as redes sociais para partilhar imagens suas no hospital e para sensibilizar todos os utilizadores para o risco de fumar cigarros eletrónicos.

"Estou a partilhar a minha história para que todos saibam que há algo de louco nessas canetas que não é seguro e que quase me custou a vida", escreveu.

Também a família, que criou uma página de donativos para os tratamentos médicos, alertou para o perigo destes aparelhos.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×