20/11/19
 
 
Homicida Dimitri Custóias detido após um mês em fuga

Homicida Dimitri Custóias detido após um mês em fuga

Joaquim Gomes 30/08/2019 20:21

Quando foi a casa do empreteiro para receber o dinheiro pelo trabalho realizado, em trabalhos de construção civil, a vítima foi recebida a socos e pontapés.

A Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real deteve, esta sexta-feira na cidade do Porto, o alegado homicida de São João da Pesqueira que cometeu atos criminosos há cerca de um mês. A PJ, através da sua Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real, deteve Dimitri Custóias, de 31 anos, que andava a monte desde a data do crime, dia 28 de julho deste ano, depois de ter fugido para França.

Os factos ocorreram numa localidade do concelho de São João da Pesqueira, distrito de Viseu, quando o arguido, por motivos fúteis, agrediu violentamente a vítima, Mário Feição, de 50 anos, com murros e pontapés, provocando-lhe ferimentos que lhe determinaram a morte, já depois de assistido no Centro de Saúde de Moimenta da Beira.

Na origem do crime está o facto de Mário Feição ter realizado trabalhos de construção civil em França, durante três meses, para Dimitri Custóias e não ter recebido a quantia de mil euros em falta do tempo trabalhado. Quando foi a casa do empreteiro, a vítima foi recebida a socos e pontapés.

Segundo se apurou, mais tarde, já no Restaurante Sobreiro, também no concelho de São João da Pesqueira, as agressões repetiram-se e foram ainda mais violentas, tendo sido na ocasião agredidas quatro testemunhas.

O detido vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas. A Polícia Judiciária teve a colaboração da Polícia Judiciária Francesa nas diligências de localização do detido.

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×