22/9/19
 
 
Rui Pinto. Hungria deu luz verde a extensão de mandado de detenção

Rui Pinto. Hungria deu luz verde a extensão de mandado de detenção

Jornal i 29/08/2019 20:31

DCIAP avançou que autoridades húngaras autorizaram a extensão do mandado de detenção europeu

 

A Hungria aceitou o pedido do Ministério Público de extensão do Mandado de Detenção Europeu (MDE) de Rui Pinto. O Ministério Público pediu a medida de extensão do mandado em julho deste ano e a decisão foi publicada esta quinta-feira pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DCIAP). O “pedido teve resposta positiva das autoridades húngaras, as quais deram consentimento, a 13 de agosto de 2019, à extensão do MDE”, lê-se na nota do DCIAP, acrescentando que o inquérito está em investigação e em segredo de justiça. 

Agora, o Ministério Público pode acusar o alegado hacker na sequência dos factos apurados na investigação relacionada com a Doyen Sports - fundo de investimento - e com o Sporting. Entre os factos apurados está o acesso de Rui Pinto ao correio electrónico de magistrados do Ministério Público, de escritórios de advogados, do Futebol Clube do Porto, de elementos da Administração Interna e da confederação sul-americana de futebol - a CONMEBOL.   

Rui Pinto, de 30 anos, começou em 2015 a divulgar milhares de documentos confidenciais através da plataforma Football Leaks, como contratos e transferências de clubes de futebol, que evidenciavam esquemas de evasão fiscal. Em março deste ano, Rui Pinto foi entregue pelas autoridades húngaras a Portugal e está agora em prisão preventiva, indiciado por seis crimes relacionados com o acesso ao sistema informático do Sporting e da Doyen e com a alegada tentativa de extorsão a este fundo de investimento.  

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×