17/2/20
 
 
México. Incêndio criminoso em bar provoca 26 mortos

México. Incêndio criminoso em bar provoca 26 mortos

AFP Jornal i 28/08/2019 21:24

Homens armados atacaram um bar na cidade de Coatzacoalcos. Há ainda 11 feridos graves.

O ataque a um bar na cidade portuária Coatzacoalcos, no estado de Veracruz, no leste do México, na noite de terça para quarta-feira, provocou a morte a 26 pessoas, deixando ainda 11 em estado considerado muito grave.

Segundo as autoridades mexicanas, citadas pela imprensa local, o incêndio foi provocado por homens armados, que atacaram o bar com cocktails molotov (engenhos explosivos de fabrico artesanal), mas os testemunhos não são todos coincidentes.

Segundo o Ministério Público mexicano, o ataque estará relacionado com disputas entre grupos de crime organizado e está agora a ser investigado. Recorde-se que Coatzacoalcos é conhecida pela violência provocada pelo narcotráfico.

A Procuradoria Geral do Estado de Veracruz condenou “energicamente” o ataque. Também o Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, condenou o ataque e prometeu uma “investigação exaustiva”. Obrador avançou ainda que um dos autores do massacre é Ricardo N - conhecido como La Loca - e que foi preso no passado mês de julho mas libertado menos de dois dias depois. “É lamentável que o crime organizado atue desta forma, é a coisa mais desumana que pode haver”, lamentou o Presidente. 

Cuitláhuac García, governador do estado onde aconteceu a tragédia, classificou o incêndio de “crime insidioso” e garantiu que não ficará “impune”. “Em Veracruz, os grupos criminosos não são tolerados”, garantiu numa publicação no Twitter.

À AFP alguns sobreviventes garantiram que o ataque foi realizado por oito homens armados que espalharam combustível pelo espaço e atearam fogo. “Os sujeitos chegaram em vários veículos, com armas longas e curtas. Contiveram os vigilantes da entrada e tomaram o controlo do acesso principal”, contou uma testemunha.

A violência entre gangues, muitas vezes impulsionada pelo tráfico de droga, não é rara em Veracruz, uma das regiões mais violentas do México.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×