21/9/19
 
 
Mountbatten era bissexual e vivia obcecado por jovens mais novos

Mountbatten era bissexual e vivia obcecado por jovens mais novos

Jornal i 28/08/2019 15:48

Autor de novo livro diz que FBI tem documentos que provam as relações com outros homens

Um dos familiares preferidos do príncipe Carlos na sua infância e adolescência era o seu tio-avô Louis Mountbatten, que acabou por ser assassinado em 1979 pelo IRA.

Aliás, terça-feira dia 27 de agosto assinalou-se o quadragésimo aniversário da morte do príncipe. A propósito da data foi lançado um livro, que explora a vida mais privada do inglês

O autor, Andrew Lownie, afirma que o membro da família real era bissexual e vivia obcecado por homens mais novos e que existem documentos nos arquivos do FBI que o provam.

A mulher de Moutbatten, Edwina Ashley, ao contrário do marido na altura, nunca ficava muito longe de um escândalo, tendo os seus casos extraconjugais sido alvo da imprensa na época.

Havia rumores da bissexualidade de Dickie, como carinhosamente era tratado no círculo mais íntimo, mas rapidamente eram abafados, até porque as relações homossexuais eram punidas com pena de prisão. 

Certo é que quando morreu, a reputação do tio-avô preferido de Carlos era irrepreensível, as especulações mediáticas acerca das preferências sexuais de Moutbatten só surgiram após a sua trágica morte.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×