14/11/19
 
 
"Creio que podemos vir aqui assinar um acordo para essa mediação" disse André Matias de Almeida

"Creio que podemos vir aqui assinar um acordo para essa mediação" disse André Matias de Almeida

Dreamstime Jornal i 20/08/2019 21:33

Matias de Almeida acusou o Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) de não estar disposto a chegar a acordo com os patrões.

"Deixámos aqui um documento em que abríamos a quase tudo a mediação para podermos negociar. Fomos chamados ao ministério para saber que o sindicato não aceita o processo de mediação. O sindicato recusou mediação e quer impor condições" explicou André Matias de Almeida, da ANTRAM, nesta terça-feira de manhã à saída do Ministério das Infraestruturas, acusando o Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) de não estar disposto a chegar a acordo com os patrões. No entanto, esta noite, o porta-voz da associação patronal transmitiu uma mensagem diferente aos jornalistas: "De manhã estivemos a discutir o âmbito da mediação, creio que podemos vir aqui assinar um acordo para essa mediação, porque a Antram mostrou hoje de manhã que estaria disponível. É na mediação que as coisas se fazem".

Sublinhe-se que, numa resposta enviada à agência Lusa, Matias de Almeida observara que não sabia se na reunião desta noite estaria presente somente o Executivo ou também o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP). Recorde-se que Pedro Pardal Henriques, advogado representante do SNMMP, mostrou-se preocupado por o Governo ter-se reunido com a ANTRAM na ausência do sindicato, porém, daria "o benefício da dúvida".

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×