22/9/19
 
 
Inglaterra. Marco Silva vence antiga equipa, NES com jogo grande

Inglaterra. Marco Silva vence antiga equipa, NES com jogo grande

AFP Laura Ramires 19/08/2019 10:14

O Everton arrancou a primeira vitória da época diante do Watford. Wolverhampton recebe hoje o Manchester United. Em França, o Mónaco, de Leonardo Jardim, voltou a perder.

Depois de os treinadores portugueses terem derrapado nas respetivas estreias na Liga inglesa, a jornada dois da prova trouxe, para já, a primeira vitória da época para o Everton, de Marco Silva. Os toffees não tinham, recorde-se, ido além de um nulo (0-0) na visita ao Crystal Palace, pelo que aproveitaram um velho conhecido do técnico português para iniciar o percurso vitorioso. Este fim de semana, o Everton recebeu e venceu o Watford, antiga equipa do orientador português.

Com André Gomes a titular, foi Bernard quem decidiu a partida ao apontar o único golo do encontro, logo aos 10 minutos. Já Domingos Quina, único português a marcar presença no Watford, não saiu do banco de suplentes.

Já esta segunda-feira, Nuno_Espírito Santo (NES) prepara-se para tentar seguir as pisadas do compatriota, embora a missão seja aparentemente mais penosa.

Os wolves recebem hoje à noite o Manchester United que, na jornada inaugural, goleou (4-0), em Old Trafford, o Chelsea.

De notar que os wolves se estrearam com um nulo (0-0) na visita ao terreno do Leicester – os foxes empataram ontem a uma bola em Stamford Bridge, frente ao conjunto de Frank Lampard.

O VAR, outra vez... No jogo grande do cartaz desta segunda jornada da Premier League, Manchester City e Tottenham empataram a duas bolas. Com Bernardo Silva a titular – João Cancelo não saiu do banco –, os citizens abriram o marcador através de Sterling, aos 20 minutos. Pouco depois, Lamela, aos 23’, naquela que foi a primeira oportunidade para os spurs, repôs a igualdade.

Ainda na primeira metade, Kevin De Bruyne, que já tinha assistido no primeiro tento da equipa de Guardiola, voltou a servir na perfeição, desta feita para o golo de Aguero (35’). Embora a turma de Manchester apresente um claro ascendente sobre os comandados de Mauricio Pochettino, a eficácia do Tottenham seria decisiva: lançado aos 56’ para o lugar de Winks, Lucas Moura marcou, nesse mesmo minuto, de cabeça, na sequência de um canto. Já em tempo de compensação, Gabriel Jesus ainda colocou a bola no fundo da baliza à guarda de Hugo Lloris mas, tal como havia acontecido na Champions, o golo foi anulado pelo VAR, deixando o Etihad Stadium incrédulo num momento em que festejava já o triunfo.

Em França, Leonardo Jardim continua sem vencer. Depois de ter perdido com o Lyon, por 3-0, em casa, na primeira jornada da Liga francesa, o Mónaco voltou a perder na segunda ronda, precisamente pelo mesmo resultado, mas desta feita no terreno do Metz. Com Gelson Martins a titular nos monegascos, foram um bis do senegalês Habib Diallo (11’ e 55’, o primeiro golo de grande penalidade) e um golo do francês Cohade (66’) a carimbar a segunda derrota consecutiva para o conjunto do principado.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×