22/9/19
 
 
Paquistanês recusa revelar onde está corpo de massagista cuja cabeça foi encontrada na praia em Leça de Palmeira

Paquistanês recusa revelar onde está corpo de massagista cuja cabeça foi encontrada na praia em Leça de Palmeira

Dreamstime Jornal i 16/08/2019 10:58

Homem foi detido após cinco meses em fuga

Na última quinta-feira, a Polícia Judiciária (PJ) anunciou que havia detido, na fronteira da Turquia com a Grécia, o principal suspeito do homicídio de uma mulher, cuja investigação foi despoletada depois do aparecimento de uma cabeça humana na praia de Leça de Palmeira, em Matosinhos, no passado mês de março.

Presente a tribunal, o homem, um paquistanês, de 32 anos, recusou colaborar com a justiça, avança o Correio da Manhã.

Segundo o mesmo jornal, o suspeito, companheiro da dona da casa de massagens onde a vítima trabalhava, recusou revelar onde se encontra o corpo da mulher, que foi decapitada.

Recorde-se que em março, um funcionário de uma empresa de recolha de lixo encontrou a cabeça da vítima, em avançado estado de decomposição, num saco de plástico junto de um contentor de lixo que estava no areal.

Em maio, uma mulher de 52 anos de nacionalidade tailandesa – mulher do suspeito, que se encontrava em fuga – era detida pela coautoria do crime.

Na origem do crime estará uma dívida de 10 mil euros que a vítima exigia que fosse paga.

Segundo o Correio da Manhã, o detido ficou em prisão preventiva.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×