20/8/19
 
 
Concertos. Os cachês dos artistas que animam os bailes de verão
Salvador Sobral

Concertos. Os cachês dos artistas que animam os bailes de verão

Há música para todos os gostos e orçamentos para todas as carteiras. O i fez uma pesquisa pelo portal Base, onde estão disponíveis os contratos públicos, e tentou perceber quanto cobram os artistas que integram as festas de verão.

David Carreira: 17 500€ O líder do clã Carreira, Tony, pode ter tirado um ano sabático, mas isso deu ainda mais espaço – e oportunidades de contrato – aos seus filhos. David Carreira, por exemplo, foi contratado para as festas de Gavião por 17 500 euros. Um valor que em nada se equipara ao do pai: quando andava pelas festas populares, Tony Carreira chegou a cobrar 39 mil euros. E atenção que estamos a falar de um artista multifacetado: ele é português, ele é francês, ele é inglês, ele é português do Brasil (ou pelo menos tenta...). Seja em que língua for, o espetáculo está garantido.

Nego do Borel: 64 500€ “Você partiu meu coração, ai meu coração/ Mas meu amor não tem problema, não, não”. Quem nunca ouviu esta música vive provavelmente noutro planeta. Lançada em 2017, em parceria com a estrela mundial Anitta, a canção lançou Nego do Borel para o mercado internacional. Daí que não seja de estranhar que o artista brasileiro tenha cobrado 64 500 euros por um concerto na ExpoH, em Oliveira do Hospital.

Ludmilla: 27 000€ Ela chegou, chegou, chegando, bagunçando a zorra toda. Milhares de portugueses estão rendidos a esta artista brasileira – possivelmente, a segunda mais famosa do momento, a seguir a Anitta. A artista, que tem passado umas temporadas em Portugal, é a convidada especial da edição deste ano do Festival do Marisco, que se realiza em Olhão. O concerto custou 27 mil euros.

Raquel Tavares: 7000 - 14 000€ Uma voz que reconhecemos até de olhos fechados, uma voz de referência no fado português. Bairrista assumida, a fadista leva multidões aos seus concertos. No Base é possível saber que, este ano, um concerto de Raquel Tavares pode custar entre sete mil e 14 mil euros. E tem tudo incluído: desde os fados típicos aos seus principais êxitos – como Meu Amor de Longe – e às músicas brasileiras que fazem parte do seu disco de homenagem a Roberto Carlos.

Herman José: 7000€ Quando se pensa em Herman José vêm logo à memória os seus programas de humor e talk shows, mas a verdade é que o humorista e apresentador tem sido a estrela das festas de verão por onde passa. Na sua conta no Instagram vai partilhando com os fãs as experiências que tem tido nas diferentes terras. E apesar de ser um dos artistas mais apreciados, não é dos mais caros: um concerto de Herman José – onde poderá ouvir temas como Amanhã Faço Dieta ou Passo-me com Gajas – ronda os 7 mil euros.

Ana Malhoa: 13 000€ Assim que ela entra em palco, toda turbinada, sobe logo a temperatura. E quem nasceu na década de 90 não resiste a pedir logo uma ou outra música do Buereré. Ana Malhoa é um dos principais nomes das festas de verão – a música a atirar para o reggaeton e para os ritmos latinos põe a plateia toda a dançar. Um espetáculos desta artista custa, em média, 13 mil euros. E atenção que “quando ela mexe, ela mexe e já não para”. É a própria Ana Malhoa que deixa o aviso.

Bárbara Bandeira: 7500€ Muitos adolescentes anseiam para estar na sua friendzone, mas a vida ocupada de Bárbara Bandeira não lhe permite fazer amigos em todas as terras onde atua. A filha de Rui Bandeira é atualmente uma das artistas mais requisitadas e o preço dos seus concertos ronda os 7500 euros.

Salvador Sobral: 10 000€ A música de Salvador Sobral tem pouco ou nada a ver com o espírito das festas de verão, mas o facto de ter sido o primeiro português a vencer o festival Eurovisão da Canção faz deste jovem músico uma atração em qualquer parte do país. E desengane-se quem pensa que é dos mais caros: o intérprete de Amar Pelos Dois participou nas Festas de Almada por 10 mil euros.

Toy: 9000€ É impossível ir a uma festa de verão e não ouvir o último grito do Toy, literalmente toda a noite. Ao longo de muitos anos de carreira, o cantor português continua a ser presença assídua nas festas populares portuguesas e não só. Uma atuação do Toy pode chegar a custar 9 mil euros, mas a animação é garantida. E sai tudo do recinto “estupidamente apaixonaaaaaaaado” pelo cantor.

José Malhoa: 7500€ Com o José Malhoa é, literalmente, ir a todas. Impossível não dançar ao som desta voz tão conhecida do público português. Quando há baile na aldeia com o José Malhoa, todos soltamos a franga, isso é garantido. E o orçamento é a melhor parte – até porque quem pensa que a idade é um posto está muito enganado. É que um concerto de José Malhoa custa quase metade do cachê cobrado pela sua filha, Ana Malhoa. Enquanto a cantora chega aos dois dígitos, um espetáculo deste nome da música popular custa apenas cerca de 7500 euros.

Rosinha: 4700€ É a rainha dos trocadilhos e é impossível não dar dois sentidos às suas canções, depende da mente de cada um... Ela lava a amêijoa, ela tem um andar novo, ela faz tudo para divertir o seu público e a animação é mais do que garantida. E até os seus concertos são para todas as carteiras, com os valores a rondar os 4700 euros.

Quim Barreiros: 10 000€ E se a Rosinha é a rainha dos trocadilhos, Quim Barreiros é o mestre (da culinária também, mas isso fica para outras festas...). E as vizinhas que deixem as garagens desimpedidas, que este artista anda pelo país todo e tem de ter um sítio para pôr e tirar o carro. Um espetáculo do rei das festas populares custa, em média, 10 mil euros. Para quem gosta de fechar o verão com uma boa concertina e um pezinho de dança, não há melhor.

José Cid: 16 000€ Ele nasceu para a música e para pôr os outros a cantar. Quem vê um concerto de José Cid sai do recinto sem voz: há cantoria do início ao fim do espetáculo. Este artista cobrou 16 mil euros para participar nas Festas do Bodo, em Pombal. Diz quem viu que o mais difícil foi, no final, dizer “Addio, adieu, aufwiedersehen, goodbye”.

Mariza: 23 000 – 34 500€ Ó gente da minha terra, saiam à rua e ouçam a Mariza cantar. É uma voz inconfundível do fado português, enche recintos em Portugal e no estrangeiro e é quase impossível não ouvir um concerto da fadista sem deitar uma lágrima. Os valores dos seus concertos, nos meses de verão deste ano, situaram-se entre os 23 mil e os 34 500 euros.

Blaya: 11 000 – 15 000€ Ela diz que é difícil, a dificultar, mas quando sobe ao palco fica tudo a vibrar. Assim que ela começa a dar tudo em palco, não há quem se coíba de dizer em alto e bom som que “faz gostoso”. Os concertos da antiga cantora dos Buraka Som Sistema variaram este verão entre os 11 mil e os 15 mil euros. Se o objetivo é dançar até não aguentar mais, a artista é a contratação perfeita para as festas de verão.

Rui Veloso: 29 000€ Ele diz sempre que o prometido é devido e a verdade é que quando promete um concerto “daqueles”, cumpre. Rui Veloso é um dos artistas mais amados de norte a sul do país, daí que não seja surpresa para ninguém que os seus concertos estejam sempre cheios. Mas este é um espetáculo que não sai barato aos cofres do Estado: o seu concerto na ExpoBairrada custa 29 mil euros.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×