20/8/19
 
 
Casal de Faro matou idoso de 70 anos e ateou fogo ao quarto para apagar vestígios de homicídio

Casal de Faro matou idoso de 70 anos e ateou fogo ao quarto para apagar vestígios de homicídio

DR Jornal i 13/08/2019 15:14

Os alegados homicidas incendiaram o quarto da vítima mortal para eliminar os vestígios dos factos criminosos

Um homem e uma mulher, de 39 e 38 anos, respetivamente, estão acusados da prática dos crimes de roubo agravado e incêndio tentado. De acordo com um comunicado emitido pela Procuradoria da República da Comarca de Faro, na noite de 17 para 18 de setembro do ano passado, em São Brás de Alportel, a arguida encontrava-se no quarto com um homem de 70 anos. O arguido entrou na divisão e, vendo o idoso deitado na cama, "bateu-lhe repetidamente com um instrumento não determinado até o matar".

De seguida, os alegados criminosos "terão despejado álcool sobre a cama da vítima, ateado fogo a uns papéis, aberto os bicos de gás do fogão e acendido uma vela, tentando, desse modo causar uma explosão e um incêndio que apagasse os vestígios", revistando também a casa e furtando os pertences que encontraram.

Sublinhe-se que o homem está igualmente acusado do crime de homicídio qualificado e encontra-se em prisão preventiva. A arguida está sujeita à obrigação de apresentação periódica no posto policial e à proibição de saída do concelho da sua residência. A investigação foi levada a cabo pelo Ministério Público da 2ª secção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Faro com o auxílio da Polícia Judiciária.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×