15/10/19
 
 
Boy do PS, porta-voz da Antram e braço armado do Governo

Boy do PS, porta-voz da Antram e braço armado do Governo

Vítor Rainho 12/08/2019 17:21

O que levará então tantos a atacarem Pedro Pardal Henriques, que quer fazer carreira política, e acharem que André Matias de Almeida é um dirigente que só está a pensar no bem dos portugueses?

Pouco passava das 15 horas e a Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviários de Mercadorias (Antram) divulgava que apenas 58 camionistas estavam em greve. Uma hora depois, a mesma associação pedia ao Governo para ativar a requisição civil, numa demonstração clara de algum desnorte, revelando que 58 camionistas são suficientes para quase paralisar o país.
O que fica bem evidente é que André Matias de Almeida, um verdadeiro boy do PS, não passa de um braço armado do Governo e quer à força acabar com a greve dos camionistas. O perfil de André Matias de Almeida, na sua qualidade de advogado, difere o quê do de Pedro Pardal Henriques? Vejamos o que escreveu o SOL de 13 de julho sobre o porta-voz da Antram: “Desde maio de 2017 que André Matias de Almeida, advogado da Albuquerque & Almeida, com 29 anos, é presidente do conselho geral do Fundo Autónomo de Apoio à Concentração e Consolidação de Empresas (FACCE). Um mês depois, desde junho de 2017, André Matias de Almeida passou a ser também presidente do conselho geral do Fundo Imobiliário Especial de Apoio às Empresas (FIEAE)”. Em agosto, o advogado passa a ser o presidente da assembleia-geral da StartUp Portugal, rede nacional de incubadoras de empresas, criada pelo antigo secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos. Também os dois cargos anteriores foram “oferecidos” pelo mesmo governante. Matias de Almeida é ainda advogado na Albuquerque & Almeida, onde exerce na área do direito comercial e societário, private equity, venture capital ou fusões, escrevia o mesmo semanário. Todas as informações foram mais do que confirmadas. Também é militante do PS. O que levará então tantos a atacarem Pedro Pardal Henriques, que quer fazer carreira política, e acharem que André Matias de Almeida é um dirigente que só está a pensar no bem dos portugueses?
É óbvio que o porta-voz da Antram está a fazer o jogo dos patrões, e bem, e a dar uma grande ajuda ao Governo. Esta de dizer que 58 camionistas são uma gota no oceano da classe e, a seguir, querer a requisição civil é bastante revelador do seu papel nesta greve. 
 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×