21/8/19
 
 
Life coach. Um negócio rentável ou um estilo de vida?

Life coach. Um negócio rentável ou um estilo de vida?

De advogados a professores de História, de atrizes a empreendedores – existe de tudo um pouco nas sessões de life coaching. Alguns olham para este conceito com ceticismo, mas quem está na área garante que não há nada melhor para aprendermos a ser mais positivos.

“Parece que estamos a falar de um comprimido que se toma ou de uma receita mas, na verdade, o life coach dá-nos ferramentas que, depois de adquiridas, fazem com que não limitemos a nossa vida aos problemas que nos rodeiam”. É assim que Teresa Alves descreve o efeito do life coach - a área do coaching que tem como objetivo ajudar indivíduos a identificarem-se e a alcançar os seus objetivos pessoais através do desenvolvimento de competências e do autoconhecimento. Há quem encare esta área com algum ceticismo, mas quem a segue recomenda e garante que os resultados são visíveis aos olhos de todos. Teresa é atriz de profissão. O stresse é algo constante na sua vida, daí ter tido a necessidade de procurar algo que a ajudasse a manter a calma e a encarar a vida de uma forma mais tranquila. Na verdade, desde muito cedo que seguia os princípios do life coaching... sem que se apercebesse disso: “O meu interesse nesta área surgiu muito antes do conceito life coaching ser comum, pelo menos em Portugal. No oitavo ano, a minha escola decidiu colocar no currículo uma subdisciplina chamada Life Skills, onde trabalharíamos valores e competências pessoais e profissionais - uma grande novidade e, na altura, um pouco desvalorizada pelos alunos.

 

LEIA ESTE ARTIGO COMPLETO

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×