19/9/19
 
 
Portugal é o 4º país da UE com maior poluição sonora e o 8º com menos reciclagem

Portugal é o 4º país da UE com maior poluição sonora e o 8º com menos reciclagem

DR Jornal i 08/08/2019 13:34

Foram ainda analisadas a sinistralidade rodoviária e a poluição do ar


Segundo dados do Eurostat, gabinete de estatísticas da União Europeia (UE), divulgados esta quinta-feira, Portugal era, em 2017, o quarto país da UE com apopulação mais exposta a poluição sonora. Para além disso, era ainda o oitavo país dos 28 Estados-membros com menor taxa de reciclagem de lixo municipal.

Os dados divulgados pelo Eurostat surgem como ponto de situação sobre as cidades e comunidades sustentáveis, no âmbito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estipulados pela Comissão Europeia.

Relativamente ao primeiro indicador, 23,5% da população portuguesa afirmava estar exposta ao ruído em 2017. Esta percentagem fica apenas atrás dos valores registados na Alemanha, Holanda e Malta.

Do outro lado da moeda surgem a Estónia, Croácia e Irlanda, todos eles com valores iguais ou inferiores a 9%, bem abaixo da média comunitária da UE fixada nos 17,5%.

Quanto à a taxa de reciclagem de resíduos municipais - relativamente ao total de lixo gerado - Portugal encontrava-se, em 2017, na oitava posição dos que menos reciclavam. Nesse ano, a taxa portuguesa era de 28,4%, enquanto que a média comunitária era de 46,4%.

Os países da UE com maiores taxas de reciclagem de resíduos municipais eram a Alemanha, Eslovénia e Áustria, enquanto que os valores mais baixos pertenciam à Malta, Roménia e Chipre.

Ao nível da poluição do ar, Portugal encontra-se a meio da tabela entre os 28 Estados-membros, ao registar uma média de 12 microgramas por metro cúbico. A média comunitária era de 14,1 microgramas por metro cúbico.

Em 2017, Polónia, Bulgária e Hungria eram os países com maior exposição a poluição atmosférica da UE, enquanto que a Finlândia, Estónia e Suécia eram os que apresentavam menores valores.

Por fim, ao nível da sinistralidade rodoviária, Portugal fica também a meio da tabela com 5,5 mortes em acidentes de aviação por cada 100 mil habitantes. Bulgária, Roménia e Letónia lideram esta lista, enquanto que Reino Unido, Suécia e Holanda eram os membros da UE que em 2017 registavam menos mortes nas estradas.

A abordagem da UE para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da UE foi apresentada no final de 2016 pelo executivo comunitário e enquadra-se na Agenda 2030 das Nações Unidas.
 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×