16/9/19
 
 
Krasnodar-FC Porto. Dragão abre as portas da nova época em solo russo

Krasnodar-FC Porto. Dragão abre as portas da nova época em solo russo

Laura Ramires 07/08/2019 10:10

O FC Porto está a horas do primeiro jogo oficial de 2019/20. De olhos na fase de grupos da Champions, russos são o primeiro obstáculo.

Agora, sim, tudo a postos para o FC Porto arrancar de forma oficial a época 2019/20. Será em solo russo, na tarde desta quarta-feira, que o dragão irá ter a sua primeira prova de fogo, com a visita ao terreno do Krasnodar, em jogo da primeira mão da terceira pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões.

Depois de uma pré-temporada quase imaculada (com apenas uma derrota nos dez encontros disputados), o vice-campeão nacional prepara-se agora para dar um primeiro passo importante rumo à prova milionária - em que atingiu, recorde-se, os quartos-de-final na época anterior, fase em que foi eliminado pelo Liverpool, que viria a sagrar-se vencedor. Porém, para o FC Porto chegar à fase final da competição terá primeiro de passar pelo emblema russo, terceiro classificado daquele campeonato em 2018/19, com os mesmos pontos que o vice-campeão Lokomotiv.

Mais e mais importante: se este vai ser um duelo que representa o primeiro teste a sério para o conjunto orientado por Sérgio Conceição, o mesmo cenário não se verifica com os russos. Com a Liga daquele país a caminhar para o seu primeiro mês, e neste momento com quatro jornadas cumpridas, o Krasnodar já está com ritmo de competição. De notar que, até agora, o emblema russo conta com duas vitórias, uma derrota e um empate (1-1) - alcançado há dias, referente à ronda quatro, no reduto do Zenit, campeão em título da Liga russa.

Dragão com registo perto da perfeição Apesar desta diferença relativa aos timings de arranque entre as duas equipas, é de ressalvar que o FC Porto apenas foi eliminado uma vez nas rondas preliminares da Champions, qualificando-se em oito ocasiões. O Krasnodar será, assim, o décimo adversário dos dragões em pré-eliminatórias. Os azuis-e-brancos só não conseguiram passar esta fase de qualificação em 2000/01, quando foram eliminados pelo Anderlecht. Na altura, o FC Porto perdeu por 1-0 em Bruxelas e depois, em casa, não conseguiu ir além de um empate sem golos.

Por sua vez, a última vez que o FC Porto teve de passar uma pré-eliminatória na prova milionária foi há três temporadas: no play-off, frente à Roma, os azuis-e--brancos arrancaram com um empate no Dragão, vencendo por 3-1 na partida da segunda mão, disputada na capital italiana.

Para este primeiro desafio, Sérgio Conceição convocou 23 jogadores, nos quais se incluem seis reforços. Agustín Marchesín, Marcano, Luis Díaz, Nakajima, Zé Luís e Saravia foram convocados pelo técnico dos dragões. Quer isto dizer que apenas Mateus Uribe, que se tornou na segunda-feira o sétimo e último reforço oficializado pelo clube até agora, não integra a comitiva portista. Referência ainda para as chamadas de Tomás Esteves, Romário Baró e Fábio Silva, três jogadores da formação do FC Porto que são opção para a equipa principal.

A última grande dúvida quanto ao onze inicial será desfeita, de resto, durante a tarde de hoje. Sérgio Conceição irá ou não conceder a titularidade ao recém-chegado guarda-redes argentino? Recorde-se que o ex-América, eleito para substituir Iker Casillas, foi apresentado na passada sexta-feira, mas chega com competição, já que marcou presença na Copa América ao serviço da seleção argentina. 

Caso consiga passar este primeiro obstáculo, com segunda mão em 13 de agosto, o FC Porto já sabe quem são os possíveis adversários no play-off da prova. Em caso de vitória, o dragão vai ter de defrontar o vencedor da partida entre Istambul Basaksehir, do defesa Miguel Vieira, e Olympiacos, treinado por Pedro Martins, onde militam os portugueses José Sá, Rúben Semedo e Daniel Podence. O Benfica, recorde-se, é a única equipa portuguesa com a fase de grupos já assegurada.

Outra estreia e um novo desafio A par do FC Porto, também o Sp. Braga vai cumprir o seu primeiro compromisso da época com um duelo europeu, desta feita na 3.a pré-eliminatória da Liga Europa. Os minhotos, agora orientados por Ricardo Sá Pinto, terão como adversário o Brondby, da Dinamarca, que se superiorizou aos polacos do Lechia Gdansk. 

Também a lutar por um lugar na fase final desta competição segue o Vitória de Guimarães, que foi, aliás, o primeiro clube português a entrar em campo nas competições europeias de 2019/20. Os vimaranenses já festejaram mesmo a primeira qualificação, após o triunfo sobre o Jeunesse Esch, do Luxemburgo. 

Depois da vitória pela margem mínima na primeira mão da segunda pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga Europa, os vitorianos confirmaram em casa o apuramento com uma goleada sem margem para dúvidas (4-0).

O Vitória de Guimarães irá agora enfrentar, na terceira ronda, o Ventspils, da Letónia, que afastou entretanto os malteses do Gzira United (4-0 e 2-2). 

Esta semana, os dois clubes portugueses ficaram também a conhecer os possíveis adversários do play-off, caso ultrapassem os respetivos desafios. Em caso de triunfo sobre os dinamarqueses, os arsenalistas vão medir forças com o Thun, da Suíça, ou os russos do Spartak Moscovo; enquanto os comandados de Ivo Vieira terão pela frente os romenos do Steaua Bucareste - que conta com os portugueses Thierry Moutinho e Diogo Salomão - ou os checos do Mlada Boleslav. 

De notar que à semelhança do clube da Luz, mas nesta segunda prova da UEFA, o Sporting, recorde-se, é a única equipa lusa com a fase de grupos já garantida.

Por essa razão, águia e leão saltam diretamente para os desafios do campeonato português, que tem pontapé de saída agendado para o fim de semana. 

Depois de as duas equipas lisboetas terem protagonizado o primeiro dérbi de 2019, com o Benfica a levar a melhor com uma goleada (5-0) sobre os comandados de Marcel Keizer, no Algarve, em jogo da Supertaça, segue-se a primeira jornada da Liga. 

Bruno Lage e companhia, que partem como campeões em título, recebem este sábado o Paços de Ferreira numa partida que terá lotação esgotada, como os encarnados já fizeram saber durante o dia de ontem, através das redes sociais. Já o emblema de Alvalade começa a prova na Madeira, com a deslocação ao campo do Marítimo. Depois da derrota do passado domingo, os leões tiveram direito a dois dias de folga, nesta terça e quarta-feira, pelo que o plantel leonino já só regressa aos treinos amanhã de manhã para preparar esta estreia. A notícia a dar conta destes dois dias de descanso após a derrota humilhante sofrida no dérbi de domingo deixou muitos adeptos descontentes mas, ao que tudo indica, esta era uma combinação que já estava acordada antes de ser disputado o primeiro troféu da época.

Com a contagem decrescente oficialmente iniciada, há ainda uma dor de cabeça por resolver no lado leonino: Bruno Fernandes, o capitão do Sporting, está cada vez mais perto de ver o seu futuro resolvido. Com o mercado inglês a encerrar esta quinta-feira, Tottenham e Manchester United apertam o cerco para garantir o médio, que tem neste momento o empresário Jorge Mendes a negociar o seu passe em Inglaterra.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×