19/9/19
 
 
Olli Rehn também desiste da corrida à liderança do FMI

Olli Rehn também desiste da corrida à liderança do FMI

Twitter Jornal i 02/08/2019 14:47

Impasse continua

O finlandês Olli Rehn desistiu, à semelhança de Mário Centeno e da espanhola Nadia Calviño,  da corrida à liderança do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Os ministros das Finanças da União Europeia começaram a votação na manhã desta sexta-feira, mas impasse continua com nenhum candidato a ser eleito nas duas primeiras rodas das votações.

“A União Europeia está prestes a votar no candidato da Europa para diretor-geral do FMI. É um desafio excecionalmente significativo e motivante. No entanto, retira o meu nome de consideração nesta altura, para que consigamos um consenso alargado sobre o candidato europeu, e apoio a nível mundial”, disse Olli Rehn no Twitter.

À semelhança, também Mário Centeno e Nádia Calviño justificaram a sua decisão com o facto de quererem que seja escolhido um candidato  de "consenso".

Os Governos da União Europeia decidem agora entre o holandês Jeroen Dijsselbloem e a búlgara Kristalina Georgieva, atual 'número dois' do Banco Mundial.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×