20/9/19
 
 
Vettra Motorsport com todos os pilotos nos pódios

Vettra Motorsport com todos os pilotos nos pódios

Zoom Motorsport Joaquim Gomes 29/07/2019 16:19

Pedro Marques, sem oposição, levou de vencida a categoria turismos 4, mostrando que o infeliz acidente de há duas semanas não afetou o andamento do piloto, tendo aliás valido então a perícia do piloto bracarense para evitar uma tragédia, já que alguns dos rails não estavam devidamente colocados nesse e outros rails da mesma pista.

A Vettra Motorsport colocou todos os seus pilotos nos pódios, durante a clássica Rampa Porca de Murça, prova peculiar devido às “Curvinhas”, ao longo daquele troço de quatro quilómetros da Estrada Nacional 15.

Pedro Marques, sem oposição, levou de vencida a categoria turismos 4, mostrando que o infeliz acidente de há duas semanas não afetou o andamento do piloto, tendo aliás valido então a perícia do piloto bracarense para evitar uma tragédia, já que alguns dos rails não estavam devidamente colocados nesse e outros rails da mesma pista.

Já José Correia, depois de evoluir constantemente ao longo das últimas corridas, chegou à prova transmontana com vontade de levar o Osella PA2000 Evo2, ao lugar mais alto do pódio e com os problemas do espanhol Silver Car EF10 de João Fonseca, no sábado, José Correia, com a marca de 2:05.646, ficou somente a 0,4 segundos de Hélder Silva a pilotar um português Juno CN 09, lutando pelo primeiro posto, estabelecendo o recorde de um carro da Osella na Rampa Porca de Murça.

Só que domingo, na segunda subida de prova, o carro italiano apresentou um problema idêntico aos carros da equipa oficial na Rampa Internacional da Falperra, descravando-se a asa traseira e impossibilitando o piloto de ir além de 2:16.526.

Na última subida de prova, onde o piloto deu tudo para recuperar o tempo perdido para Hélder Silva, com borrachas frescas montadas na barchetta, incompreensivelmente fez a marca de 2:14.906, o pior tempo de todas as subidas do fim de semana – excluindo a que teve problemas mecânicos – a nove segundos do dia anterior.

Gabriela Correia, a pensar no campeonato, fez uma prova regular e terminou na segunda posição entre os Turismo 3, confirmando assim a ascensão paulatina da mais jovem piloto de sempre, agora com 17 anos de idade.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×