19/9/19
 
 
“Mandava o incompetente Eduardo Cabrita dar um mergulho”

“Mandava o incompetente Eduardo Cabrita dar um mergulho”

Bruno Gonçalves Jornal i 25/07/2019 15:40

O deputado e ex-líder da JSD Duarte Marques diz que as “melhores e as mais inesquecíveis” férias que já teve foram as do ano passado, quando foi pai pela primeira vez.

Umas férias inesquecíveis?

Sem dúvida, as do verão passado… porque fui pai pela primeira vez e, por isso mesmo, tive umas férias bem diferentes. Foram as melhores e as mais inesquecíveis.

Praia ou campo? Portugal ou estrangeiro?

Praia e campo. Nunca esquecerei o encanto de São Pedro de Moel mas, entretanto, rendi-me à praia do Barranco, um segredo escondido do Algarve. Mas não há férias sem Mação, onde temos três fantásticas praias fluviais, em Cardigos, Ortiga e Carvoeiro, tudo com bandeira azul. Na verdade, raramente vou ao estrangeiro em férias, mas recordo com especial saudade umas férias entre amigos, à aventura, na Grécia, ou, mais recentemente, a viagem que fiz com a minha mulher em que, de uma assentada, fomos à Rússia e a Cuba (acho que foi uma última oportunidade que dei para me tentarem converter ao socialismo, mas voltei ainda mais convicto das minhas opções).

Um segredo bem guardado do seu roteiro de férias?

Os atalhos para a praia para fugir ao trânsito e às picadas das abelhas.

Que notícia o fez rir nos últimos tempos?

Que o Governo estava preocupado com o SNS e com os portugueses.

Quem gosta de seguir nas redes sociais?

Impossível não seguir alguns mais informativos como o @insoniascarvao (Insónias em Carvão) e outros de claro humor (ou fakenews) como o @gov.pt (República Portuguesa) ou o Esquerda.net.

Ainda usa palhinhas e cotonetes?

Palhinhas, só nos mojitos e no Capri-sonne. Das cotonetes, até a minha filha tem pavor.

O que o chateia mais na praia?

Quando a Maria já não tem bolas com creme ou quando o vento me vira o jornal do avesso.

Que música associa ao verão?

Melhor, a música que não associo, a do despertador… que descansa durante uns tempos, e eu também. Acho que este verão vou ouvir muitas vezes La Vaca Lola (vejam na net e quem tem filhos pequenos não se vai arrepender).

Qual é o seu pior defeito?

Ser demasiado autêntico, não parar quieto e querer resolver tudo e ajudar todos.

E virtude?

Ser muito autêntico, não parar quieto e querer resolver tudo e ajudar todos.

Uma boa grelhada mista ou salada?

Uma boa grelhada mista com salada. De preferência com um bom vinho e na companhia da minha família e amigos.

Tem algum medo?

Muitos. Mas o maior é o medo de ser injusto.

E guilty pleasure?

Comer bem e ter o coração ao pé da boca.

Gostaria de ter tido outra profissão? Qual?

Sim, jornalista de viagens ou do campeonato do mundo de ralis (WRC) ou do Dakar. Não pela profissão em si, confesso, mas pelas experiências que pode proporcionar.

Quem mandava dar um mergulho para refrescar as ideias?

Talvez fosse uma boa sugestão para alguns hooligans, para os intolerantes (de toda a espécie). E, já agora, para o incompetente ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

Uma ideia para Portugal?

Reforçar os meios de combate à corrupção, acabar com as penas suspensas para estes casos e impedir o Governo de mentir.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×