20/8/19
 
 
Vai nascer uma 'nova Expo' entre Lisboa e Oeiras

Vai nascer uma 'nova Expo' entre Lisboa e Oeiras

José Sérgio Joana Marques Alves 22/07/2019 16:24

Projeto foi apresentado esta segunda-feira

As obras de requalificação da zona ribeirinha entre Pedrouços e Cruz Quebrada irão custar 300 milhões de euros.

O Ocean Campus, cujo projeto foi apresentado esta segunda-feira, terá uma marina, espaços para empresas e centros de investigação, restaurantes e um hotel. Foi também anunciada a requalificação das praias de Algés e Cruz Quebrada.

A ‘nova Expo’, como já é conhecido, terá uma área de 64 hectares. A maior parte do investimento será feita por privados, num total de 219 milhões de euros. Haverá ainda investimento público-privado, num total de 76 milhões de euros. O Estado irá suportar apenas 2% do investimento, ou seja, cinco milhões de euros.

As obras vão decorrer em três fases: a primeira, que deverá estar concluída em 2022 e irá custar 117,9 milhões de euros, irá incidir na cosntrução de laboratórios do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), residências temporárias para investigadores e centros de investigação, espaços de restauração, edifícios para empresas e a futura Marina de Pedrouços, cujo concurso foi lançado também esta segunda-feira; A segunda, que terminará em 2026 após um investimento de 152,2 milhões de euros, irá focar-se na criação da Marina do Jamor, um hotel, um espaço empresarial e novos centros de investigação e a Blue Business School; Por último, a terceira fase, que custará 30 milhões de euros e estará concluída em 2030, tem como objetivo a criação de pequenos arranjos externos e acessibilidades.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×