22/9/19
 
 
Cantou-se: "Mandem-na de volta" num comício de Trump

Cantou-se: "Mandem-na de volta" num comício de Trump

AFP Jornal i 18/07/2019 11:59

Desta vez, o alvo principal foi Ilhan Omar. Quando Trump invocou o nome da congressista do Minnesotta , os seus apoiantes interromperam o Presidente e cantaram: "Mandem-na de volta! Mandem-na de volta!". 

 O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a investir contra as quatro congressistas, num comício no estado da Carolina do Norte na quarta-feira à noite. Desta vez, o alvo principal foi Ilhan Omar. 

Quando Trump invocou o nome da congressista do Minnesotta, os seus apoiantes interromperam o Presidente e cantaram: "Mandem-na de volta! Mandem-na de volta!". 

A câmara dos Representantes aprovou, na quarta-feira, um voto de condenação aos comentários racistas de Trump contra as quatro congressistas da ala esquerda do Partido Democrata, conhecidas como o "Esquadrão".

Os ataques de Trump iniciaram-se no domingo, numa fúria de tweets, em que um deles convidava as congressistas de cor a voltar para "os locais completamente disfuncionais e infestados pelo crime dos quais vieram". Note-se que as congressistas são cidadãs norte-americanas, sendo Omar a única que não nasceu nos Estados Unidos.

 Apesar da unidade dos democratas na condenção dos ataques de Trump, o partido continua dividido na estratégia de combate ao Presidente. Al Green, congressista do Texas, apresentou uma proposta para a destituição de Trump na câmara dos Representantes, dominada pelos democratas, mas entretanto chumbada pela grande maioria de votos.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×