19/10/19
 
 
Dados pessoais. UE abre investigação à Amazon

Dados pessoais. UE abre investigação à Amazon

Dreamstime Joana Marques Alves 17/07/2019 12:11

A informação foi confirmada esta quarta-feira pela comissária da Concorrência da Comissão Europeia, Margrethe Vestager

A União Europeia abriu uma investigação para apurar se a Amazon está a usar dados de retalhistas que vendem na plataforma eletrónica.

A informação foi confirmada esta quarta-feira pela comissária da Concorrência da Comissão Europeia, Margrethe Vestager, à televisão CNBC.

A estação norte-americana revela que a investigação foca-se no facto de a Amazon ter um “papel duplo”: o de retalhista e o de gestora de marketplace. Numa primeira fase, a UE questionou os vendedores sobre como é que a Amazon recolheu os seus dados durante o ano passado. Se se chegar à conclusão que não foram cumpridas as regras da privacidade de dados, Bruxelas poderá aplicar uma coima, que pode ir até 10% das receitas globais.

"Com base nos dados preliminares [recolhidos pela] Comissão Europeia, a Amazon parece utilizar informações concorrências confidenciais - sobre os vendedores do mercado, sobre os produtos e transações do mercado", disse Vestager, citada pela CNBC. 

A Amazon já reagiu dizendo que vai "cooperar totalmente com a Comissão Europeia", acrescentando que a empresa continua "empenhada em trabalhar para apoiar os negócios de todos os tamanhos e ajudá-los a crescer". 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×