18/11/19
 
 
Investimento direto estrangeiro criou mais de 2700 postos de trabalho no norte de Portugal

Investimento direto estrangeiro criou mais de 2700 postos de trabalho no norte de Portugal

Dreamstime Joana Marques Alves 16/07/2019 12:49

O documento, denominado Porto and Northern Portugal: A Magnet for Investment - Portugal Regional Attractiveness Survey 2019, foi realizado pela InvestPorto e pela consultora EY

Um estudo sobre a atratividade do Porto e do Norte de Portugal mostra que o investimento direto estrangeiro (IDE) criou mais de 2700 postos de trabalho naquela zona de Portugal.

O documento, denominado Porto and Northern Portugal: A Magnet for Investment - Portugal Regional Attractiveness Survey 2019, foi realizado pela InvestPorto e pela consultora EY.

“No período analisado de 2013 a 2018, o IDE no Porto Norte de Portugal apresentou uma taxa de crescimento média anual de 11,4%, colocando esta região em clara ascensão no país. Especificamente, em 2018, foi possível observar a criação de cerca de 2.754 novos postos de trabalho no Porto e Norte de Portugal resultantes de projetos de IDE, representativos de 45% do total registado a nível nacional (6.100 novos postos de trabalho)”, refere a EY, em comunicado. 

Segundo a nota de imprensa, França (46%) e Alemanha (13%) representam as principais origens geográficas do IDE naquela zona do país.

“Os setores-chave que apresentam um maior número de projetos são a Indústria (nomeadamente a fabricação de material de transporte), o Digital, o Agroalimentar e os Serviços às Empresas”, refere o comunicado.

“Esta atratividade diferenciada do Porto e Norte de Portugal tem por base fatores como a qualidade de vida (91%), a estabilidade do clima social (79%), a infraestrutura de telecomunicações (77%), os custos de mão de obra (75%) e o potencial para o aumento de produtividade (72%)”, refere Florbela Lima, Partner EY e Strategy Leader da EY-Parthenon.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×