15/9/19
 
 
Retenção de juros. Caixa obrigada a voltar atrás

Retenção de juros. Caixa obrigada a voltar atrás

Miguel Silva Joana Marques Alves 04/07/2019 20:34

Decisão surge depois de o BdP ter mostrado o seu descontentamento face a esta medida, que deveria ser aplicada a partir de dia 1 de maio

A Caixa Geral de Depósitos viu-se obrigada a voltar atrás na sua decisão e anunciou que vai continuar a pagar juros abaixo de um euro.

Os clientes tinham sido informados que sempre que o depósito rendesse menos de um euro, o banco retinha esse valor. O Banco de Portugal (BdP) não gostou desta decisão e o a CGD decidiu não avançar com a medida, que seria aplicada a partir de um de agosto.

"A CGD tomou boa nota da comunicação efetuada pelo Banco de Portugal. Em face da expetativa criada, a Caixa decidiu acolher a recomendação sobre a medida que entraria em vigor no dia 1 de agosto", refere a Caixa, em comunicado.

Õ banco liderado por Paulo Macedo explica que "medida era sobretudo ditada por razões de natureza de eficiência operacional e não tanto por razões de rentabilidade" e que tinha como objetivo "minimizar o elevado número de lançamentos, muitas vezes dando origem a comunicação escrita, de montantes de baixa materialidade para os clientes".

Porém, a Caixa irá manter a decisão de cortar os juros que paga nos depósitos poupança. A remuneração passa a ser 70% inferior àquela que está hoje em vigor. Em causa estão as contas Caixa Poupança Reformado, Caixa Poupança, Caixa Poupança Emigrante, Caixa Projecto e Caixa Poupança Superior, que passam a dar um juro anual de 0,03%, em vez dos atuais 0,1%.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×