14/10/19
 
 
Câmara de Cinfães atribui 200 euros a médicos que se fixem no município

Câmara de Cinfães atribui 200 euros a médicos que se fixem no município

jornal i 02/07/2019 16:46

O objetivo da medida passa por fixar e atrair médicos de família para o concelho.

 

A Câmara Municipal de Cinfães anunciou esta terça-feira que vai atribuir um apoio mensal de 200 euros a cada médico que vá trabalhar para o município e que não tenha habitação própria no concelho. Em comunicado enviado às redações a autarquia refere que objetivo da medida é de “atrair e fixar médicos de família no concelho”.

Para Armando Mourisco, presidente da Câmara de Cinfães, “a medicina, a saúde, os médicos de família, os enfermeiros, são peças essenciais na qualidade de vida de uma população”, o autarca sublinha que “é preciso assegurar que a assistência médica, sobretudo em populações do interior, seja garantida a tempo e horas, com qualidade, com resposta rápida e eficaz” de forma a melhorar a qualidade de vida dos habitantes.

O autarca justifica os incentivos como sendo o resultado das políticas desenvolvidas no país, afirmando que “quando alguma coisa falha, falha mais no interior. Há menos gente e portanto menos profissionais no interior. É preciso de alguma forma, incentivar os médicos para que fiquem nestes territórios do interior.

Os médicos abrangidos pelo regulamento municipal de apoio à fixação “serão contemplados com o incentivo pecuniário no valor de 200 euros” que servirá para comparticipar a aquisição ou arrendamento de habitação ou as despesas de deslocação da habitação para a unidade de saúde.

O apoio camarário terá um prazo de três anos, com possibilidade de prorrogação, por períodos de um ano.

Pode ler-se na nota que os médicos passarão a usufruir de um conjunto de regalias desde a “isenção no pagamento de taxas e licenças de construção, redução de 30% nas tarifas de água, saneamento, e recolha de resíduos sólidos, em habitação própria ou arrendada, acesso gratuito às piscinas municipais bem como o acesso gratuito aos espectáculos culturais no Município”

Armando Mourisco acrescenta ainda que “em troca ganhamos qualidade de vida, assistência médica e melhores cuidados de saúde para a nossa população”.

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×