13/11/19
 
 
Daesh. Repatriamento coloca “dificuldades”

Daesh. Repatriamento coloca “dificuldades”

Jornal i 01/07/2019 21:19

Os pedidos recebidos foram apenas relativos a pessoas adultas e nunca a “crianças menores não acompanhadas”.

O Governo tem recebido pedidos de repatriamento de adultos ligados ao grupo extremista Estado Islâmico, revelou ontem o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

O pedido, disse o ministro aos jornalistas, “coloca dificuldades muito consideráveis, porque, por um lado, há o nosso dever de proteção consular, mas, por outro, há também um dever de proteção da segurança do país”.

Os pedidos recebidos, assegurou, foram apenas relativos a pessoas adultas e nunca a “crianças menores não acompanhadas”.

“Até ao momento nenhum país aliado de Portugal procedeu ao repatriamento de qualquer combatente, chamados combatentes estrangeiros associados ao Daesh”, notou o responsável pela pasta dos Negócios Estrangeiros.

Contudo, tal como outros Estados europeus, o Estado português está a preparar o repatriamento de crianças e mulheres que estão nos campos de detenças de ‘jihadistas’. O processo, no entanto, é complexo e poderá vir a ditar a criação de um regime de reintegração.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×