19/9/19
 
 
Jogos Europeus. O trio de ginastas que está a dar que falar e o bronze que vale ouro

Jogos Europeus. O trio de ginastas que está a dar que falar e o bronze que vale ouro

Laura Ramires 23/06/2019 17:51

Bárbara Sequeira, Francisca Maia e Francisca Sampaio Maia com três medalhas em Minsk. Judoca Telma Monteiro também subiu ao pódio.

Foram as responsáveis por conquistar as duas primeiras medalhas para Portugal, no sábado, no primeiro dia de competição destes Jogos Europeus, que decorrem em Minsk, na Bielorrússia, até ao próxima dia 1 de julho. E neste domingo voltaram a dar que falar.

Hoje, Bárbara Sequeira, Francisca Maia e Francisca Sampaio Maia conquistaram o segundo lugar no exercício combinado de ginástica acrobática. O trio do Acro Clube da Maia venceu a medalha de prata, após um exercício quase perfeito – a Bélgica terminou com 29,960 pontos, enquanto Portugal ficou com 29,110 e a Bielorrússia com 29,060, no terceiro lugar.

O trio feminino somou assim o seu terceiro pódio, que representa um recorde, já que ultrapassa o feito alcançado pelo canoísta Fernando Pimenta em Baku2015, com duas pratas, em K1 1.000 e 5.000 metros.

Recorde-se que no sábado, este mesmo trio havia conquistado uma medalha de bronze e uma de prata. Nas finais das provas de equilíbrio, as atletas portuguesas somaram 28,520 pontos, ficando atrás do ouro da anfitriã Bielorrússia, com 29,520, e da prata da Bélgica, com 29,230. Por sua vez, o trio feminino chegou ao segundo lugar do pódio no exercício dinâmico, com 28,740 pontos, atrás da Bélgica (com 28,830) e à frente da anfitriã Bielorrússia (com 28,090). 

Refira-se que o trio de atletas do Acro Clube da Maia foi formado recentemente e tem dado que falar pelos bons resultados que também já conseguiu no circuito das Taças do Mundo de Ginástica Acrobática, em que está no quinto lugar do ranking mundial.

Bronze que vale ouro Ainda no sábado existiu mais um motivo para festejar, desta feita no judo. Telma Monteiro conquistou a terceira medalha do dia ao bater a holandesa Sanne Verhagen num dos combates do bronze da categoria de -57kg.

Aos 33 anos a judoca portuguesa continua a dar provas da sua excelente forma, mantendo o pleno de pódios em Europeus. Telma Monteiro, 16º do ranking mundial da modalidade, conta agora com 13 participações em campeonatos da Europa tendo conquistado cinco medalhas de ouro (2006, 2007, 2009, 2012 e 2015), a última precisamente na primeira edição dos Jogos Europeus, realizados em Baku, uma de prata (2011) e sete de bronze (2004, 2005, 2010, 2013, 2014, 2018 e 2019). No seu currículo regista ainda cinco medalhas em campeonatos do Mundo, desta feita quatro de prata (2007, 2009, 2010 e 2014) e uma de bronze (2005).

“É a minha 13.ª medalha consecutiva. As pessoas veem bronze, mas eu vejo ouro. Não sei quantas pessoas são capazes de fazer isto, e, ao mesmo tempo, tornei-me a segunda judoca mais medalhada a nível mundial. Estou super feliz. Sinceramente, para mim é um dia extremamente positivo”, afirmou.

As medalhas Atualmente com quatro medalhas, Portugal tenta perseguir o registo de Baku2015, na estreia destes Jogos Europeus, em que amealhou três medalhas de ouro, quatro de prata e três de bronze (10 no total), resultado que lhe valeu o 18.º lugar entre 50 países.

Nestes II Jogos Europeus, que reúnem quatro mil atletas de 50 países em 15 disciplinas, a comitiva lusa está representada com praticamente uma centena de atletas (98).

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×