16/9/19
 
 
Mancha Vermelha. Praias algarvias avaliadas como locais "prejudiciais para a saúde pública"

Mancha Vermelha. Praias algarvias avaliadas como locais "prejudiciais para a saúde pública"

jornal i 17/06/2019 18:41

As praias algarvias entre a Ilha do Farol, em Olhão e  Vilamoura encontram-se interditas para banho, desde domingo.

As praias algarvias entre "a denominada ilha de Faro e Vilamoura e Praia da Rocha Baixinha" encontram-se interditas para banho. Depois do surgimento de uma mancha vermelha na água, a Autoridade Marítima Nacional, em declarações ao Diário de Notícias declarou o local como "prejudicial para a saúde pública". Também praias do concelho de Albufeira já se foram interditadas devido à deslocação da mancha. 

Segundo adianta o Observador, a mancha é uma consequência de um tipo específico de algas, os dinoflagelados, que pertencem ao plâncton marinho e que podem viver também em água doce. Apesar de o contacto direto com a pele não constituir qualquer problema para a saúde, a ingestão de água contaminada pelas algas pode conduzir a gastroenterites graves. 

Comer peixe ou marisco também pode levar a problemas intestinais e caso as algas se aproximem das rochas e da costa, as substâncias tóxicas produzidas por elas podem contaminar o ar e provocar dificuldades respiratórias. 

Ao analisar a água das praias algarvias, a Agência Portuguesa do Ambiente concluíu que os banhos deveriam ser proibidos. Na publicação de Tiago Duro no twitter pode-se ver como a mancha vermelha se alastra pela costa da praia da Quarteira.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×