19/8/19
 
 
Miguel pode vir a enfrentar 20 anos de prisão por ajudar refugiados

Miguel pode vir a enfrentar 20 anos de prisão por ajudar refugiados

Youtube jornal i 17/06/2019 16:11

“Estas pessoas não vêm por escolha própria. Uma mãe nunca deveria ter de pôr os seus filhos num barco em mar alto, com tão poucas probabilidades de sobreviver”, desabafa.

Miguel Duarte tinha 24 anos quando decidiu sair do seu país para ajudar refugiados. Agora, pode vir a enfrentar até 20 anos de prisão "por ter salvo vidas", como refere num vídeo publicado YouTube, recentemente.

Em 2016, depois de ter ouvido várias notícias sobre o sofrimento dos refugiados, o jovem juntou-se a uma tripulação de resgate marítimo no Mediterrâneo Central, a bordo de um navio da organização não-governamental alemã, Jugend Rettet. 

 “Ao fim de um ano já tinha ajudado a salvar 14 mil pessoas”, conta Miguel no vídeo partilhado pela organização Humans Before Borders.  

A polícia italiana constituiu Miguel e nove dos seus colegas como arguidos, por suspeitas de ajuda à imigração ilegal. “Estas pessoas não vêm por escolha própria. Uma mãe nunca deveria ter de pôr os seus filhos num barco em mar alto, com tão poucas probabilidades de sobreviver”, desabafa.

O jovem apela à ajuda da população portuguesa para tornar o seu caso público e abriu uma campanha de angariação de fundos para o ajudar a suportar os custos do processo. Miguel já angariou quase 14 mil euros.

O vídeo já conta com mais de 8 mil visualizações e originou a hashtag #EuFariaoMesmo por parte das pessoas que apoiam a escolha de Miguel. Apesar das consequências, o jovem afirma não ter a mais pequena dúvida de que retirar pessoas da água é o que está correto. “E não tenho a mais pequena dúvida que qualquer pessoa teria feito o mesmo” acrescenta.  

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×